Ilha de San Andrés

A 700 quilômetros da costa continental colombiana se encontram o arquipélago de San Andrés eProvidência, ilhas de corsários e piratas que oferecem excelentes serviços e atrações que costumam ser aproveitados ao som do reggae. Em San Andrés há extensas praias de areia branca onde se praticam esportes aquáticos. Seus atrativos se podem descobrir com a ajuda de nativos amáveis e alegres. Providência, um destino muito sedutor, tem montanhas sempre verdes e uma grande barreira coralina.

A encantadora ilha de San Andrés é um oásis de prazer. Rodeada pelo Mar Caribe, e com uma boa guia de viagem, a ilha é perfeita para o descanso em suas praias. San Andrés oferece esportes náuticos em seu mar de tons turquesa, uma agitada vida noturna, compras de milhares de produtos com vantagens de porto livre e a tranqüilidade de caminhar por suas formosas praias brancas.Providência, também conhecida como Old Providence, reúne em seus 17 km tantos lugares de singular beleza que constitui um destino eco turístico inigualável. A visita à vizinha Santa Catalina complementa a viagem planejada com uma completa guia. Aqui, a tranquilidade só é perturbada pelo alvoroço dos pássaros e o ruído que produzem as ondas ao romper contra as pedras, entre elas a famosa Cabeça de Morgan.

Os moradores da ilha, descendentes de escravos e ingleses, conservam como um tesouro suas tradições, entre elas o idioma. As escolas dão um ensino bilíngüe inglês – espanhol. O inglês das ilhas é o britânico, ainda que com variações na pronunciação que originam o que se conhece como inglês créole ou crioulo. Segundo o último censo se calcula uma população média de setenta mil habitantes.

Clima

O Arquipélago se encontra na zona intertropical. A temperatura média é de 27.4° C, com valores máximos e mínimos extremos de 33° C e 17° C. As épocas secas vão de fevereiro a abril e de julho a setembro. Predominam os ventos do leste e o estado do tempo os determina, especialmente aos ventos alísios.

Localização

O Arquipélago faz parte da região do Caribe, está situado ao noroeste da Colômbia, a 800 km de Cartagena e a 290 km de Nicarágua, entre os paralelos 12° e 16° Latitude Norte e os meridianos 78° e 82° Longitude Oeste de Greenwich.

San Andrés: A Ilha Maior

Corsários, piratas e aventureiros ingleses e holandeses, donos de escravos, chegaram primeiro a esta ilha do Caribe, um paraíso marinho de cores. Suas lendas estão cheias de piratas e corsários, contadas por uma descendência que funde essas culturas. O habitante da ilha é alegre, cantor e dançarino de reggae, soca e calypso, e sente um profundo orgulho pela generosa natureza da Colômbia insular.

Casamentos

San Andrés ficou famosa pelos casamentos realizados dentro e fora d’água. A agência Saiweddings oferece diversas opções para quem deseja se casar no lugar e, entre os pacotes, estão casamento na praia, numa vila, num navio pirata e durante um mergulho. No caso da última opção, a cerimônia nada convencional é realizada a cerca de 10 metros de profundidade. E isso não é um privilégio dos moradores: existe uma lei que permite matrimônios de estrangeiros, mediante apresentação do passaporte. O casório exótico é um sucesso na ilha.

Por onde começar

Esqueça esse negócio de fazer tudo conta própria (afinal, mesmo no Brasil, são pouquíssimas as noivas que se aventuram a fazer tudo sozinhas). O trabalho do casal é escolher se quer uma cerimônia civil – eles providenciam inclusive a papelada, mas os noivos precisam fazer um teste de sangue para provar que não são irmãos espiritual ou católica. Normalmente as cerimônias religiosas acontecem na capela e não na beira da praia, é bom checar com atenção. Se o casal optar por uma cerimônia civil, o juiz fala em espanhol – o que também não é exatamente um problemão para brasileiros. Depois é tudo mais ou menos como no Brasil. Existe uma espécies de cerimonialista que vai ser o seu contato e fechar detalhes sobre a decoração, comemoração e cardápio.

A festa pode ter uma banda ao vivo, só DJ ou ser apenas um jantar. Tudo escolhido pelo casal. O preço, claro, varia de acordo com o tamanho da festa e a quantidade de convidados. Dá pra resolver tudo pela internet e email (e viva a tecnologia!).

A cerimônia costuma acontecer um pouco antes do pôr do sol. Pra garantir aquelas fotos lindas mas também para que os convidados e noivos não fritem no sol do meio dia. O altar é montado num pedaço da praia reservado para a cerimônia (ou seja, nada de bicões!). E se os noivos optarem por uma festa completa, o som rola até duas da manhã.

 

Como Chegar

Quem deseja conhecer San Andrés contam com três empresas: Avianca (com conexão em Bogotá), LAN (com conexão em Lima) e Copa (com conexão no Panamá). Na chegada ou na saída da ilha é comum ter bolsas e o próprio corpo revistado a fim de evitar o contrabando de drogas.

Voar é a maneira mais fácil para brasileiros chegarem ao destino, já que cruzeiros não são tão comuns. O Aeroporto Gustavo Rojas, em San Andrés, é pequeno, porém possui toda a estrutura básica para o passageiro, incluindo lojas duty free.

Na hora de deixar a ilha, é recomendado pelas companhias estar no aeroporto com duas horas de antecedência – sugerimos realmente seguir esse conselho, porque quando os voos estão cheios, formam-se filas grandes no embarque e na imigração. Antes do check-in a companhia aérea lhe guiará a passar por um balcão da Aeronáutica Civil, onde será feito um procedimento para isentar-se de um imposto de US$ 34, normalmente pago ao deixar a Colômbia se o tempo de permanência no país é superior a 60 dias. Não se esqueça de pegar seu comprovante emitido pelo órgão regulador e apresentá-lo no embarque do voo de saída do país.

Onde Ficar 

As opções de alojamento incluem hotéis, pousadas, choupanas, pensões, aparta-hotéis e alojamentos de luxo. A oferta é superior a sete mil leitos. Os hotéis oferecem diferentes tipos de planos e variados serviços, desde tudo incluído (all inclusive) até planos simples.

San Andrés oferece acomodações para todos os gostos e bolsos. Há desde hotéis all inclusive aos hostels com quartos compartilhados, basta escolher o tipo de hospedagem que melhor se encaixa em seu perfil de viagem. Na ilha há muitos apartamentos simples; confira as fotos e as opiniões de antigos hóspedes do hotel que você deseja reservar para não encontrar uma acomodação inferior àquela dos seus planos.

O lugar conta com a forte presença da rede Decameron, que possui acomodações no sistema all inclusive e, consequentemente, diárias com preços mais salgados. Em nossa opinião, o all inclusive é dispensável, pois sem ele você estará mais livre para circular pela ilha e fazer suas próprias descobertas gastronômicas. Nossa dica é deixá-lo para locais em que a cidade não oferece muitos atrativos além do hotel, como é o caso de Punta Cana.

No que diz respeito à localização, não há muito mistério. Há hotéis espalhados por toda ilha, porém os que ficam mais bem localizados estão nas redondezas da Peatonal e das lojas do centro de San Andrés, na ponta norte/nordeste. Hospedando-se nessa região você conseguirá fazer muitas coisas caminhando, como conhecer as lojas ou ir aos restaurantes. Quem ficar em outros bairros precisará de algum transporte alternativo para chegar ao centro, pois o comércio se concentra lá.Na região você encontra hotéis legais como o Noblehouse ou o Casablanca, que fica de frente para o mar.

Se você prefere lugares mais reservados e descarta estar próximo à movimentação do centrinho, pode escolher hotéis próximos da praia, como o Cocoplum, em San Luís. Essa região tem pouco comércio, entretanto é das mais bonitas de San Andrés – mesmo que você não se hospede ali, vá ao menos para conhecer.

Final de dezembro, janeiro, segunda metade de julho, primeira metade de agosto e Semana Santa são períodos de alta temporada – não deixe a reserva do hotel para a última hora. Recomendamos olhar os hotéis com antecedência para não ficar limitado aos mais caros da ilha quando estiver em cima da hora da viagem.

Gastronomia 

San Andrés é um destino onde se come bem e barato. Dos restaurantes mais simples aos mais refinados, espere encontrar preços mais atraentes do que os praticados no Brasil e se dar ao luxo de curtir pequenos prazeres gastronômicos sem se assustar com valores astronômicos ao receber a conta.

Lagostas, camarões, langostinos, caracóis e peixes estão entre os pratos que figuram em praticamente todos os cardápios na ilha. Cercada pelo mar, o atrativo principal da culinária de San Andrés não poderia ser outro senão peixes e frutos do mar. O prato típico da região, chamado de rondón, é como uma sopa com peixe ou caracol que leva ainda mandioca, batata e banana. A sopa de caraguejo, o arroz de coco e o patacón, uma espécie de bolinho frito feito com batata ou banana amassada, são figurinhas marcadas no menu.

Na hora de escolher a bebida, haverá muitas opções. As mais pedidas são ococo loco, que leva três bebidas alcoólicas diferentes, ou o coco fresa, que não tem álcool. Se a ideia é tomar algo leve, aposte na limonada de coco ou num regrigerante de maçã, bastante popular na Colômbia.

Vida Noturna

A música caribenha – salsa, merengue, calypso, reggae, zouk, reguetón – pode ser desfrutada nos diversos lugares noturnos da ilha. Alguns hotéis têm discotecas, bares e espetáculos ao vivo, e inclusive oferecem aulas de dança.

Festas

Festa pátrias: 20 de julho e 7 de agosto.
Setembro: Festival da Lua Verde.
Outubro: Festival de Corais Religiosos, 12 de outubro Dia da Raça; Festival Internacional de Teatro “Ethnic Roots”.
Novembro: Festas de Aniversários, Concurso de Rainhas do Coco, Festas do Padroeiro San Andrés e Tub & Horse Jaw Bone Festival.

San Andrés: Pontos Turísticos 

-Praia de Spratt Bight

-A Gruta de Morgan

-Buraco Soprador (Hoyo Soplador)

-A Laguna Big Pond

 

Referências:
http://www.colombia.travel/po/turista-internacional/viagem-e-ferias-o-que-fazer/
http://guia.melhoresdestinos.com.br/san-andres-115-c.html
http://blog.hotelurbano.com/san-andres-o-caribe-colombiano/
http://saiweddings.com/spanish/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado