Fonte Elo terá espetáculo para o aniversário de São Paulo

A Fonte Elo Ibirapuera irá homenagear São Paulo mais uma vez. O espetáculo, que irá prestigiar o aniversário de 465 anos da cidade, acontecerá entre os dias 25 de janeiro e 3 de fevereiro, ás 20h30 e 21h, e será apresentado pelo Ministério da Cidadania e pela Elo – bandeira de cartões 100% brasileira lançada em 2011 por Bradesco, Banco do Brasil e Caixa.

O espetáculo terá 20 minutos de duração e irá começar contando brevemente a história da cidade a partir de imagens do Pateo do Collegio (local de fundação de São Paulo pelo padre José de Anchieta). Em seguida, as imagens passarão por momentos marcantes como a inauguração da avenida Paulista, o Museu do Ipiranga, o Mercadão e muitos outros. A apresentação também irá explorar a diversidade de cada região da cidade, mostrando bairros icônicos, como Liberdade e Bexiga, e exaltando a cultura cultivada em cada um deles.

A diversidade de etnias também terá um espaço especial na Fonte Elo Ibirapuera, mostrando rostos de diferentes gêneros e estilos. O show também irá dedicar um momento para falar dos espaços de cultura e lazer que a cidade oferece, exibindo parques, centros culturais, teatros e baladas. Para finalizar, será por meio do grafite (já que a arte é tão marcante em São Paulo) que o “parabéns” será dado para a cidade de São Paulo. Tudo isso sob uma trilha sonora que sofreu curadoria afiada do músico Ney Marques.

O repertório do espetáculo conta com alguns chorinhos, sambas e hip hop. Entre as músicas escolhidas estão “O Trenzinho do Caipira”, de Heitor Villa-Lobos, “Saudosa Maloca”, de Adoniran Barbosa – interpretada por Demônios da Garoa -, além de clássicos de Pietro Mascagni e Giuseppe Verdi. A produção foi realizada pela Divina Comédia, produtora conhecida por já ter sido responsável por grandes espetáculos (como o Réveillon da Praia de Copacabana). A realização ficou por conta da Elfus Eventos com apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cidadania.

SOBRE A FONTE ELO IBIRAPUERA

Essa será a segunda apresentação em homenagem a São Paulo, depois que a fonte foi totalmente revitalizada pela bandeira de cartões Elo, com apoio do Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Cerca de 60 mil litros de água são movidos em cada coreografia que é realizada nos 110 metros de comprimento da Fonte Elo. Cada torre de água é capaz de lançar 24 jatos verticais com até 15 metros e um gêiser de 40 metros de altura (o equivalente a um prédio de 15 andares) também pode ser projetado. Oito setores de iluminação possibilitam a geração de 60 tonalidades diferentes de cores.

Além do efeito artístico, a Fonte Elo ajuda a melhorar a oxigenação da água dos lagos, melhorando as condições de vida da sua fauna e flora aquáticas.

 

Fonte: Panrotas