Dicas de Genebra

Genève tem ótimos museus e lindos parques, que ganham mais cores durante o verão. A forte influência francesa aparece na arquitetura, nos cafés e na gastronomia, principalmente nos queijos e fondues. A língua oficial é o francês. Uma cidade onde tudo que se vê é ouro. Sede das maiores marcas de relógios do mundo. Paraíso dos endinheirados. A cidade respira e pulsa de uma forma espetacular. É uma cidade que realmente encanta. 

O aeroporto de Genebra fica bem perto da cidade, 09 minutos de viagem entre a cidade e o Aeroporto, e o bilhete entre a cidade e o aeroporto é gratis, basta você retirar o bilhete logo depois de pegar as bagagens e antes de passar pela alfândega. O ticket vale oitenta minutos e da direito a uso ilimitado de trams (bonde elétrico), trens e barcos dentro da cidade de Genebra.

O centro de Genebra é bem pequenino e por isso dá fácil para fazer tudo a pé. Caso você queira visitar a área internacional (ONU, Cruz vermelha, etc…) aí sim precisará pegar um tram (bonde elétrico. ) No verão uma alternativa agradável, é dar um passeio de barco pelo lago.

 

ONDE IR

O lago Leman e a Jet de L’eau: bonito lago que atravessa diversas cidades suiças e é um dos cartões postais da cidade. Aproveite sua estada para caminhar ao redor do lago, ou para dar um passeio de barco e para contemplar a Jet de L’eua – que eu infelizmente só vi ligada do alto do avião – a fonte mais alta da Europa que pode ser vista até 10 milhas de distancia.

Horloge Fleurie – relógio de flores: na terra do relógio, há relógios de todas as cores tipos e tamanhos. O mais charmoso deles, é todo feito de flores, fica nas margens do lago Leman e muda de cor dependendo da estação do ano.

Catedral de Saint-Pierre:  a antiga catedral, fica no alto da cidade. Para chegar lá é preciso percorrer uma série de pequenas vielas que por si só já valem o passeio. Como a catedral estava fechada, me contentei em dar uma volta em torno dela e seguir o passeio. A catedral fica bem bonita quando vista lá de baixo desde o Quai do Mont Blanc.

O centro Antigo de Genebra: Repleto de ruazinhas fofas, lojas de relogio Suiço e bandeiras.

No coração da cidade velha “Vieille Ville” está a “La Place de Bourg-de-Four, um dos locais mais movimentados e ponto de encontro das várias etnias de Genève.

Uma praça movimentada onde se vê prédios da arquitetura do século 16 e do século 18, como o Palácio da Justiça que abriga hoje o Convento da Ordem de Santa Clara.

A cidade tem a noite mais agitada da Suíça, sendo que a maior parte da atividade se concentra em torno da praça Bourg-de-Four com diversos cafés com mesas ao ar livre.

Promenade de la Treille e Mur des Réformateurs:  ao sair da catedral, continue seguindo reto e você encontrará um agradável parque, com tabuleiros gigantes de dama e xadrez, parquinho para as crianças e

um dos mais importantes monumentos da cidade: o muros dos reformadores que conta um pouco da Reforma protestante em Genebra. Se quiser saber um pouco mais sobre a reforma em Genebra, você também pode visitar o museu da reforma

ONU – Palais des Nations: O Palácio das Nações abriga exposições e onde já aconteceram conferências históricas, como a comemoração do jubileu da Declaração dos Direitos Humanos.

Museu da Cruz Vermelha: outra parada bacana para aspirantes a diplomata. Este museu retrata de forma bem viva a história das guerras passadas.

 

COMPRAS

Passear por Gèneve é sentir o prazer de estar onde os melhores relógios do mundo são fabricados, a sede da empresa Rolex não deixa dúvidas disto e tantos outros que são o sonho de consumo de qualquer pessoa.

O Patek Philippe Museum, é o museu da empresa Patek Philippe, fundada em 1839, é para apaixonados por relógios. São duas coleções permanentes, uma de objetos antigos que mostra relógios dos séculos 16 ao 19 e a coleção The Patek Philippe conta a história da marca, na 7, rue de Vieux Grenadiers.

No centro de Genève, na Rue de Rhône, pode-se encontrar as griffes mais cobiçadas do mundo como Cartier, Bvlgari, Gubelin, Patek Phillippe, Armani, Chanel, Dior, Givenchy, Gucci,Louis Vuitton, Joalherias, entre outras.

Na Rue du Marché e Rue de la Croix d’Or só podem circular tramways, pessoas e veículos não motorizados como bicicletas, é na verdade um grande calçadão, onde de um lado e de outro, encontram-se dezenas de lojas, de todos os tipos.

A principal loja de charutos é a Gérard Père et Fils (Rue Plantamour 34), um estabelecimento com mais de 600 variedades de charutos. As melhores jóias e relógios da Europa podem ser comprados por exemplo, na Bucherer (Rue de Mont Blanc, 22), enquanto os chocolates Favarger podem ser encontrados em todas as lojas da cadeia Mercury.

A Grottes/Saint Gervais é a zona da cidade conta com alguns bares interessantes e ruas com bastantes lojas. É o caso do grande Armazém MANOR, que conta com cinco andares, cada um deles dedicado a um tema e onde se pode encontrar um pouco de tudo, desde roupa a brinquedos, passando por livros ou eletrodomésticos.

O Centre Balexert, na avenue Louis-Casaï 27, está situado a alguns minutos do centro da cidade, este é um dos centros comerciais de Genebra. O Planète Charmilles (Promenade de l’Europe 11) e o Conféderation Centre (Rue de la Croix d’Or 11) são apenas três das opções ao dispor de todos aqueles que pretendem dedicar algum tempo às compras.

 

COMER

Em se tratando de culinária, a suíça é um dos lugares que se come um dos melhores foundes do mundo e os melhores chocolates. Dos pratos típicos está o Fondue (de queijo, de carne, de legumes, de chocolate),

a Raclette (queijo, batatas e bacon), os gratins (pratos gratinados no forno) e os emancés (ensopados). È um lugar para provar os deliciosos queijos, existem mil e uma qualidades, para todos os paladares.

Quanto às opções de restaurantes, considerado um dos melhores restaurantes de Genevè, o Lion D’Orfoi foi classificado entre os 150 melhores do mundo, está situado às margens do lago Léman, a poucos minutos do centro de Genevè.

 

VIDA NOTURNA

Há muitos bares e discotecas capazes de garantir uma boa noite de diversão. Junto ao lago e a Plainpalais, uma grande praça da cidade, conta com restaurantes de grande qualidade e diversidade.

Genebra conta com muitos locais de diversão noturna, para todos os gostos, idades e tendências, os bares ficam abertos até as 2hs da manhã, em geral, na Suíça a vida noturna acaba cedo, Café Art’s (Pâquis, muito bem decorado), o Les Brasseurs (existem vários, bar típico de cerveja),Arthur’s Rive Gauche (margem esquerda do lago, muito chique),Alhambar (Vieille Ville, noites temáticas), Le Nathan (gay friendly)Barrio’s Latino (Plainpalais, música brasileira e latina) La Clémence(Vieille Ville, esplanada muito apreciada pelos estudantes) e Wall Street Cafe (margem direita do lago, estilo americano). Já as Discos ficam abertas até as 5 da manhã como a S.I.P (Plainpalais, all styles) Platinum (Saint Gervais, pesoal elegante) B-Club (Centro, chic & branché) Bypass (Acacias, ir obrigatoriamente bem vestido) Monte-Cristo Club (Acacias, estilo latino) Moa Club (all styles, dj’s internacionais).