Dicas – Tailandia

CLIMA:

A melhor época para visitar a Tailândia é de novembro a março, durante o inverno, que equivale ao período mais seco (e também à alta temporada). Se não for às montanhas, pode deixar o casaquinho em casa: o inverno tailandês tem temperaturas lá pelos 30 graus.

 A época a se evitar vai de julho a outubro, especialmente por quem planeja ir às praias. As monções causam temporais ainda mais severos do que as nossas chuvas de verão.

MOEDA
A moeda em circulação é o Bath. O dólar americano não é muito aceito mesmo nas cidades mais turísticas, portanto você precisará do dinheiro local. Você pode trocar com facilidade dólar ou Euro em casas de câmbio ou sacar nos caixas eletrônicos, que são abundantes e chamados de ATM.

TOMADAS
As tomadas na Tailândia são semelhantes às usadas no Brasil antes da recente mudança dos nossos plugs, sendo achatados ou circulares (saiba mais no site What Plug). De toda forma, sugerimos que você sempre tenha um adaptador universal para não enfrentar problemas. A voltagem padrão é de 220V.

CULTURA TAILANDESA
Os tailandeses, de forma geral, são discretos e valorizam o respeito. Expressar afeto em público não é considerado apropriado. Espera-se que o visitante trate a população local com tom de voz baixo e de forma educada. Não se deve apontar pessoas ou objetos com os pés nem tocar a cabeça das pessoas. Ao visitar templos, mulheres não devem usar blusas sem manga ou vestidos e saias acima do joelho. Homens devem usar calça comprida ou bermudas abaixo do joelho. Chinelos e sandálias também não são recomendados. Os sapatos devem ser deixados do lado de fora dos templos.

TRANSPORTE PÚBLICO
Em Bangkok, o metrô (MTR), Skytrain (BTS) e os barcos coletivos são opções seguras de transporte. É preciso tomar cuidado com os tuk-tuk’s que cobram preços muito baixos, pois eles costumam forçar de forma agressiva os turistas a visitar certas lojas antes de chegar ao destino final. Alguns táxis se negam a usar o taxímetro e cobram a tarifa de acordo com a cara do passageiro. É comum também que os motoristas e guias nas ruas digam que certas atrações estão fechadas para sugerir outros passeios aos visitantes. Ignore a informação e vá pessoalmente conferir. No aeroporto da capital, há balcões oficiais de táxi com recibo e telefone para reclamações. Normalmente o próprio passageiro pague os pedágios até o centro da cidade.

CRIMINALIDADE
Brasileiros não costumam passar por grandes apuros, pois o mais comum são golpes das mais variadas formas contra turistas. Já estamos meio acostumados a evitar cair nessas armadilhas. Esteja alerta como se estivesse no Brasil, principalmente com pessoas estranhas que se aproximam de forma amistosa ou vendendo algum produto, que não enfrentará problemas. O número da Polícia Turística da Tailândia é 1155.