EUA podem pedir senhas do Facebook para conceder visto

A gestão de Donald Trump trouxe à tona mais uma polêmica referente a visitantes estrangeiros. O secretário do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS, em inglês), John Kelly, disse ontem (7) que as embaixadas do país poderão pedir as senhas de redes sociais, como o Facebook, dos solicitantes de vistos.

À imprensa norte-americana, o mandatário explicou que a medida pode endurecer o veto a “ameaças de segurança”. Kelly também pontuou que a iniciativa pode ser ainda mais firme com imigrantes de sete países de maioria muçulmana – Iêmen, Irã, Iraque, Líbia, Síria, Somália e Sudão.

De acordo com ele, essas nações têm um histórico “fraco” no procedimento de pedido do documento. Nesse primeiro momento, a ação deve ficar restrita somente a esses países.

“É realmente muito difícil vetar essas pessoas desses sete países, mas se eles quiserem vir para cá, nós queremos poder dizer quais sites visitam e nos deem suas senhas para que saibamos o que fazem na internet. Se não quiserem cooperar, então não entram nos Estados Unidos”, justificou o secretário durante audiência na Comissão de Segurança Interna da Câmara de Representantes.

Para garantir maior controle de segurança, o secretário norte-americano ressaltou que nenhuma decisão ainda foi tomada. Mas esse “acesso seletivo a senhas” é realidade para o futuro, mesmo com a possibilidade de haver esperar e atrasos na obtenção dos vistos.

Tagged , , ,