Maceió – Alagoas

Já cantava Luiz Gonzaga: “Alagoas tem joias tão caras que meus olhos não cansam de olhar / Uma delas és tu, Pajuçara, / Praia linda engastada no mar (…)”. Com um mar verde que não fica devendo em nada ao do Caribe, piscinas naturais de águas cristalinas e barreiras de corais que fazem com que as praias se tornem verdadeiras piscinas, Maceió e suas adjacências conquistam visitantes à primeira vista.

Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca – guarde esses nomes. A capital alagoana tem uma das orlas urbanas mais bonitas do Brasil e essas três praias são responsáveis por grande parte do sucesso da cidade. Arborizada e animada dia e noite, a orla de Maceió chama a atenção pelo movimento constante de pessoas. Com venda de artesanato e barracas ótimas para curtir a praia ou a vida noturna, o calçadão da orla é o coração da cidade.

Onde Ficar:

A tarefa de escolher onde se hospedar em Maceió é tranquila. A cidade tem uma boa rede hoteleira, com preços razoáveis, e grande parte dos hotéis concentram-se na mesma região, facilitando a escolha da localização do hotel.

O local mais cobiçado para hospedagem é Pajuçara. Nesse bairro ficam a Feira de Artesanato e bons restaurantes, há muito movimento na orla e de lá partem as jangadas para fazer passeios para as piscinas naturais. Ponta Verde, vizinha de Pajuçara, é conhecida bela beleza, pelas centenas de coqueiros na orla e pelas boas barracas de praia, que são animadas dia e noite. Jatiúca, que tem um mar com ondas mais fortes, é indicada para quem prefere ficar perto da vida noturna e de bons restaurantes.

A vantagem é que, ficando em qualquer um dos bairros citados acima, você poderá ir à praia caminhando e encontrará restaurantes sem fazer grandes esforços. Eles estão próximos uns dos outros e podem ser percorridos a pé ou de táxi, caso não queira caminhar.

Dicas:

– Maceió é considerada uma cidade pacata no quesito segurança, mas não custa nada tomar alguns cuidados simples para evitar roubos e furtos. Leve na bolsa apenas o que for necessário e evite deixar o hotel com pertences valiosos ou que chamem atenção. Não circular por lugares escuros e de pouco movimento durante a noite também é um cuidado importante para evitar incidentes.

– Antes de viajar – e durante a viagem -, é altamente recomendado acompanhar a Tábua de Maré no site da Marinha. Maceió e suas redondezas ficam muito melhores se forem conhecidas na maré baixa e a partir da tábua de maré você poderá entender como está o nível da água do mar. Quanto mais próxima de zero estiver a indicação, mais baixo será o nível da maré e melhores serão os passeios; quanto mais alto o número, menos indicado para fazer passeios e mais alta a maré estará. Ela sobe e desce duas vezes por dia, mas apenas na lua cheia e na lua nova ela muda de forma considerável – nas outras fases da lua acontece a chamada maré morta – não sobe nem desce muito e os passeios não costumam ser intererrompidos.

– Leve na mala itens como chapéu e protetor solar. O ventinho que faz em Maceió pode diminuir a sensação térmica e dar a falsa impressão de que o sol não está queimando a pele, mas ao final do dia muita gente constata que o sol queimou mais do que era esperado. Tenha cuidado e proteja-se ao se expor ao sol.

– Consulte o site do Meio Ambiente para saber como está a qualidade do mar de Alagoas. São feitas análises constantes nas praias e elas indicam quando o mar está próprio ou impróprio para banho.

– Durante nossa visita a Maceió, a orla urbana tinha muitas algas. Para quem não gosta de encontrar algas ao entrar no mar, recomendamos visitar outras praias da região metropolitana, como Gunga, Francês e Barra de São Miguel.

– Encontrar lixo nas praias da capital alagoana é bastante desagradável. Faça sua parte na limpeza da cidade e leve um saco plástico para depositar o lixo produzido durante sua visita.

Pontos Turísticos:

Para dizer a verdade, os mais visitados pontos turísticos de Maceió são as praias. O mar e suas belezas naturais são os principais locais que os turistas visitam e não é pra menos; como Alagoas tem um litoral privilegiado, os visitantes não se limitam apenas à área central e fazem passeios para conhecer praias próximas, localizadas em outras cidades.

Catedral Metropolitana de Maceió: A Catedral Metropolitana de Maceió é o principal templo católico da capital alagoana. Sua pedra fundamental foi lançada em 1840 e inaugurada apenas em 1849. O edifício mistura estilos, entre eles o neoclássico e o coríntio, e é um passeio a ser feito no centro da cidade.

Mirante de São Gonçalo: Amantes de fotografias e de belas paisagem devem reservar um tempo para conhecer o Mirante de São Gonçalo, no centro de Maceió. O lugar é simples e está até mal cuidado, precisando ter a vegetação aparada para garantir a vista completa da cidade, mas ainda assim vale a pena visitá-lo. Desse mirante pode-se observar a área do porto, o mar verde que banha o litoral alagoano e Jaraguá, o bairro histórico de Maceió.

Museu Théo Brandão: Localizado entre o centro e Jaraguá, o Museu Théo Brandão conta um pouco da história de Alagoas e do povo alagoano. O nome do museu deve-se ao fato de o local ter sido criado para abrigar a coleção de Théo Brandão, professor e folclorista.

Quando ir:

Faz calor o ano inteiro em Maceió. Escolher quando visitar a cidade, porém, é de suma importância para o sucesso da viagem, principalmente para aproveitar as praias com tudo que elas podem oferecer.

A temperatura média anual na capital alagoana é de 25ºC, com médias que variam entre 26ºC, no verão, e 23ºC, no inverno. Ainda que no verão as temperaturas passem dos 30ºC, é um conforto saber que Maceió tem um ventinho constante, que ameniza a sensação térmica.

Como Chegar:

Alagoas é um estado pequeno e nordestinos ou visitantes que já estão na região podem se aproveitar da relativa proximidade entre as capitais para fazer viagens por terra; para quem está distante, a melhor alternativa é utilizar os aviões.

Avião
Maceió tem um aeroporto bonito e novo, porém de pequeno porte. O movimento no Aeroporto Zumbi dos Palmares é contínuo, mesmo que a quantidade de voos diários não seja tão grande. Muitos voos partem de Maceió durante a madrugada, o que garante movimento no terminal 24 horas por dia. As principais empresas que operam no lugar são a Gol, a TAM, a Avianca e a Azul.

Carro

São apenas 250km entre Maceió e Recife (Pernambuco) ou 270km até Aracaju (Sergipe); por causa das pequenas distâncias, muita gente que vive nos estados vizinhos prefere fazer viagens de carro em vez de utilizar os aviões.

Ônibus

Como os carros, os ônibus são mais uma opção para chegar a Alagoas por terra.
Para quem já está em Maceió, ônibus e vans também são alternativas para fazer passeios por conta própria e conhecer praias alagoanas que ficam fora da orla urbana.

 

Referencias:

http://www.partiuviagens.com.br/destinos/brasil/maceio.aspx

http://guia.melhoresdestinos.com.br/maceio-143-c.html

 

Dicas Alagoas – Barra de São Miguel


A Barra de São Miguel é um município localizado no litoral sul de Alagoas. Fica a pouco mais de 33km da capital, Maceió.
Seus principais atrativos turísticos são suas praias paradisíacas de areia fina e águas cristalinas.

Uma das maiores formações de corais está localizada na praia da Barra de São Miguel, paralela a costa, formando uma das maiores piscinas naturais do município.

O destino é muito procurado pelos habitantes da grande Maceió e ideal para os nossos passageiros que querem uma praia com cara de sua!

O que conhecer na Região?

Praia do Gunga – uma das mais famosas, principalmente pelos seus coqueirais.

Praia do Meio – praia ideal para prática de surf

Praia Niquim – ideal para mergulhos, praia de águas cristalinas

Quais São as Opções de Hotéis?

Brisamar Pousada– Diárias com café da manhã, a partir de R$ 128,00 por pessoa em apto DBL (Mar/Abr)

Vivá Barra– Diárias com café da manhã, a partir de R$ 148,00 por pessoa em apto DBL (Mar a Jun)

Village Barra– Diárias com café da manhã, a partir de R$ 152,00 por pessoa em apto DBL (01 CHD Grátis)* (Fev a Jun) *até 8 anos.

Iloa Resort – Diárias com meia pensão, a partir de R$ 220,00 por pessoa em apto DBL (01 CHD Grátis)** (Fev – exceto carnaval) **até 11 anos

Gungaporanga – Diárias com café da manhã, a partir de R$ 365,00 por pessoa em apto DBL (Fev/Mar)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado