Ushuaia – Argentina

Já ouviu falar do fim do mundo? Nas lendas urbanas e na imaginação de muita gente, pode até ser um lugar temido e feio, mas em Ushuaia – conhecida como a cidade do fim do mundo – a realidade é bem diferente: bonita, aconchegante e gelada. A capital da Terra do Fogo Argentina é a cidade mais austral do mundo e a mais próxima da península antártica!

Aos pés dos Andes e na beira do Canal Beagle, que divide Chile e Argentina, cresceu Ushuaia (ou “Ussuaia”, como pronunciam os argentinos), uma cidade que hoje tem mais de 50 mil habitantes. O local é pequeno e relativamente novo, foi fundado em 1884 e cresceu inicialmente por influência da construção de um presídio, que tinha como finalidade abrigar presos e ajudar a marcar a presença argentina em terras tão remotas.

Onde Ficar:

Ushuaia está muito ligada ao turismo e isso pode ser facilmente percebido na estrutura hoteleira da cidade. Viajando ao lugar é possível encontrar desde hotéis luxuosos a simples albergues, procurados por viajantes que planejam economizar. Há hotéis pomposos que ficam mais afastados do centro da cidade e, portanto, oferecem mais tranquilidade e sossego; há também os próximos do burburinho urbano, que oferecem localização mais central.

Se você é do tipo que prioriza um hotel bem localizado e gosta de fazer tudo caminhando, não pense em outra alternativa a não ser ficar no centro de Ushuaia, de preferência nos arredores do porto ou da Av. San Martín, a principal via da cidade. Hospedando-se nessa região ficará fácil conhecer alguns dos pontos turísticos da cidade a pé, ir a restaurantes, ver lojas, agências turísticas e tudo mais que Ushuaia tem a oferecer. Nessa área, duas boas opções de acomodação são o Hotel Albatros e o Lennox.

Hospedando-se mais distante do centro, é importante pensar no meio de locomoção que será utilizado durante a viagem. O ideal para quem fica em zonas mais afastadas é dispor de um veículo alugado para ter total autonomia para circular, ou, sem eles, será necessário depender de táxis ou agências turísticas para fazer os passeios. Caso queira um hotel de alto nível, para uma comemoração especial, que fique afastado do centro, uma opção é o belo Los Cauquenes Resorts, ou o Las Hayas, que tem uma vista bonita e é mais acessível.

Dicas:

– Turistas brasileiros que ficam até 90 dias em território argentino não necessitam de visto, nem mesmo do passaporte, pois o RG com foto de fácil identificação é suficiente para os trâmites de imigração. Vacinas não são obrigatórias. Para alugar um carro, leve sua CNH.

Atenção: se você pretende estender a viagem à Antártica, os documentos e a necessidade de vacinas podem ser diferentes. É recomendável entrar em contato diretamente com a empresa que fará sua viagem para obter informações mais precisas.

– Se estiver pensando em utilizar o RG, mas dispõe de um passaporte válido (ou tem um passaporte antigo com folhas em branco), lembramos que no escritório turístico da cidade e no Parque Nacional Tierra del Fuego estão disponíveis carimbos comemorativos em que o visitante estampa seu passaporte. Os carimbos são legais para quem quer marcar em seu documento de viagem que esteve no “fim do mundo”.

– Em um destino de temperaturas extremas como Ushuaia, é muito importante ficar atento ao modo de se vestir. Independentemente da época da viagem, esteja preparado para sentir frio! Leve na mala, ou compre na própria cidade, peças como: segunda pele (calça e blusa), casacos impermeáveis, suéteres, gorros, cachecóis, calça impermeável, casaco corta-vento, bota de trekking, luvas impermeáveis, sapatos de trekking para caminhadas, sapatos para neve (mais indicados para o inverno) etc. A melhor forma de se vestir em um lugar frio é o chamado estilo cebola, em que você se veste em camadas. Como os ambientes fechados são quentes e os ambientes externos, gelados, você pode colocar ou tirar camadas de roupas à medida que sente frio ou calor.
Caso não tenha roupas impermeáveis para esquiar e não pretenda comprá-las, você poderá alugá-las em lojas de Ushuaia, como a Ushuaia Extremo.

– O horário de funcionamento das lojas em Ushuaia é pouco convencional para o costume dos brasileiros. As lojas abrem em torno das 9h/10h da manhã, fazem um intervalo para almoço (normalmente entre 13h/16h) e encerram suas atividades entre 20h/21h – cada uma das lojas segue seu horário próprio. Faça suas compras pela manhã ou, melhor ainda, à noite, quando a Av. San Martín, principal via da cidade, fica mais movimentada.

–  Não deixe de usar protetor solar ao visitar Ushuaia. A ação do vento e o frio tendem a nos dar a sensação de que o sol não está queimando, mas no final do dia você pode constatar que se queimou. Viajando no inverno e permanecendo o dia todo na neve, principalmente, não deixe de passar – e repassar – o protetor solar.

– A água mineral em Ushuaia contém sódio, dando um gostinho diferente e deixando a água um pouco salgada. Se quiser beber uma água com sabor mais próximo do que se vê no Brasil, procure por uma água com “bajo sodio”.

– O padrão de tomadas argentinas é diferente do Brasil. As tomadas em Ushuaia têm três pinos chatos, sendo dois deles tortos. Aconselhamos comprar um adaptador de tomadas em uma ferretería para recarregar seus dispositivos eletrônicos.

– Quem visita o sul da Argentina costuma combinar Ushuaia e El Calafate na mesma viagem. O destaque de El Calafate são os passeios para conhecer a geleira Perito Moreno e os passeios de barco.

Pontos Turísticos:

Ushuaia é um destino de atrativos variados, que tanto tem belezas naturais como pontos de interesse histórico e simbólico, que não podem faltar no roteiro. Muitos dos pontos turísticos da cidade concentram-se na região central e urbana, mas vários outros ficam mais afastados e são ideais para serem conhecidos com as agências turísticas. Os passeios são parte fundamental de uma viagem a Ushuaia e uma maneira fácil de conhecer os lugares mais legais da cidade.

Trem do Fim do Mundo: O Trem do Fim do Mundo é o trem construído em Ushuaia para transportar os presos até onde hoje está o Parque Nacional Tierra del Fuego. O propósito do deslocamento era levar os presos até os bosques para cortarem lenha para aquecer as casas de Ushuaia.

Av. San Martín: A Av. San Martín é a principal via de Ushuaia e o lugar que concentra grande parte do comércio da cidade.

Canal de Beagle (Beagle Channel): O Canal de Beagle, ou Estreito de Beagle, recebeu esse nome por conta do navio HMS Beagle, que fez expedições pela área do canal – na segunda viagem do navio, inclusive, estava entre os exploradores a bordo um conhecido personagem de importância mundial, Charles Darwin.

Onde Comer:

A culinária argentina é muito apreciada pelos brasileiros – mais ainda em relação às carnes – e em Ushuaia o êxito da gastronomia se mantém a todo vapor. Apesar de ser uma cidade relativamente pequena, Ushuaia tem restaurantes variados e de qualidade, que oferecem pratos locais e da cozinha internacional, sempre com um toque regional.

Alguns dos pratos típicos da cidade são o cordeiro patagônico, a merluza-negra e a centolla – o famoso caranguejo gigante, também conhecido como king crab. Se você é adepto de novas experiências, prove todos os pratos diferentes que puder; há vários restaurantes na cidade para experimentar esses deliciosos pratos. E já que se trata de território argentino, não deixe de abrir espaço na mesa para os vinhos, os cortes de carnes do país, dulche de leche, empanadas, medialunas e tantos outros quitutes saborosos que nos deixam com água na boca!

Quando ir:

Ushuaia é considerada a cidade mais austral do mundo e sua localização faz com que o clima seja bastante peculiar. Como cada uma das estações do ano envolve características climáticas bem diferentes, é importante avaliar qual época de viagem se encaixa melhor no seu perfil. Em que época viajar? Depende do que você pretende encontrar.

A cidade tem uma temperatura média anual de 6ºC; no verão, a média está em torno dos 10ºC; no inverno, 2ºC. Além da temperatura, é preciso considerar que em Ushuaia os ventos são frequentes e gelados, fazendo a sensação térmica ser ainda mais baixa. Não é nem um pouco raro haver temperaturas negativas na capital da Terra do Fogo, principalmente no inverno, que em dias mais extremos atinge -20ºC.

 

Como Chegar:

O título de “fim do mundo”, a localização austral e a proximidade com a península antártica fazem de Ushuaia um local emblemático, que permeia o imaginário de muitos viajantes. Mais do que uma simples cidade no roteiro, a capital da Terra do Fogo argentina é, muitas vezes, o ponto final de uma viagem que se iniciou muitos meses antes da chegada a Ushuaia.
Há quem viaje a partir do Alasca, a mais de 17.000km de distância, e tenha como objetivo chegar a Ushuaia. Chegam à cidade pessoas viajando de carro, moto e até bicicleta; mas, se você não for do tipo aventureiro, fique tranquilo, porque a cidade tem seu próprio aeroporto.

Avião 
O avião é a forma mais fácil de os brasileiros chegarem a Ushuaia – para isso, é inevitável fazer uma conexão em solo argentino, normalmente no Aeroparque, em Buenos Aires. Saindo do Brasil, é possível utilizar o combo TAM/LAN, presente em inúmeras cidades brasileiras, ou a Aerolíneas Argentinas, que opera em algumas cidades brasileiras (entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília). O voo entre Buenos Aires e Ushuaia dura em torno de 3h45min.

Saindo do aeroporto
O Aeroporto de Ushuaia fica bem próximo do centro da cidade, a cerca de 7km. Para percorrer essa distância, utilize os táxis, pois há vários deles na saída do aeroporto. Uma corrida entre o aeroporto e o centro custa cerca de US$ 10 e dura aproximadamente quinze minutos.

Chegando a Ushuaia por terra
Apesar não parecer uma maneira convencional, é muito comum viajantes chegarem a Ushuaia por terra. O único acesso à cidade por via terrestre é feito pela Ruta nº 3, que se inicia em Buenos Aires, a cerca de 3.000km de distância. A Ruta nº 3 faz parte do sistema de rodovias Panamericanas, que se inicia no Alasca (EUA), local onde muitos aventureiros iniciam suas jornadas de viagem. Ushuaia está a cerca de 880km de El Calafate, outra cidade da Patagônia argentina que tem atrações muito interessantes, entre elas a famosa geleira Perito Moreno, com visual incrível!

 

Referencias:

http://guia.melhoresdestinos.com.br/ushuaia-112-c.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado