San Diego – Califórnia

Praias limpas, parques bem arquitetados e um skyline deslumbrante é o que os cerca de 16 milhões de turistas anuais e 1,3 milhão de moradores encontram em San Diego, no sul da Califórnia (EUA). Costeira e ensolarada, a cidade surpreende pela beleza natural e alta qualidade de vida. É “eco-friendly”, antitabagista, antialcoólica e tem entretenimento para todos os gostos, do surfe à Legolândia —parque de diversões em que os brinquedos são feitos de Lego.

A grande San Diego tem cerca de 90 museus, grandes anfiteatros, 117 km de praias, cidade histórica e parques com atrativos suficientes para manter o turista ocupado durante dias. Além de seus encantos naturais, é porta de entrada para Tijuana —cidade do México que fica na fronteira com os Estados Unidos, cerca de 30 km ao sul de San Diego.

Para brasileiros, um passeio por San Diego pode lembrar Salvador (BA). A atmosfera praiana, o jeito descontraído da população e o clima são semelhantes. Mas há diferenças importantes. Em vez de arquitetura colonial portuguesa, San Diego tem herança espanhola. Além disso, a cidade californiana é mais segura. É possível passear à noite pelas ruas e avenidas sem a constante preocupação com a violência urbana.

O clima da cidade é quente e seco, com temperaturas agradáveis durante quase todo o ano. A média anual é de 21ºC e a mínima, de 4ºC, no inverno. A umidade do ar é baixa, e as chuvas se concentram entre dezembro e março.

Você também pode se divertir em terra firme aqui. Mission Beach, a estreita faixa de terra entre a baía Mission Bay e o Pacífico, é um conjunto de lojas de surfe praticamente coladas uma na outra, vendinhas de camisas e bares de praia descolados, e há um calçadão de 4,8 km à beira-mar, que compete com Venice Beach na atração de turistas. No Belmont Park, clássicos passeios para se divertir incluem a montanha-russa de madeira Big Dipper. A baía Mission Bay também tem 43 quilômetros de rotas na beira do mar, perfeitas para caminhar e andar de bicicleta.

COMER E BEBER EM SAN DIEGO

Ao contrário do que acontece em outras cidades dos EUA, em San Diego, só come fast food quem quer. É fácil encontrar bons pratos de frutos do mar em toda a região metropolitana, que tem registrados 6.700 restaurantes. Em Downtown, Little Italy, La Jolla e Coronado, encontram-se excelentes opções de cozinha italiana e mexicana.

É permitido fazer piqueniques nos parques e nas praias, mas cerveja e vinho devem estar fora do menu. Por força de lei municipal, é proibido fumar e ingerir bebida alcoólica nos parques e praias de San Diego. A multa pode chegar a US$ 1.000, e turistas também estão submetidos à regra. Quem quer beber tem de ir a um bar ou restaurante, e quem quer fumar deve ficar a, pelo menos, cem metros de distância de qualquer prédio, praia ou parque público.

O George at The Cove está localizado no coração da vila de La Jolla, com vista para La Jolla Cove e o Oceano Pacífico. Foi considerado um dos enclaves costeiros por excelência do sul da Califórnia, La Jolla é o lar de uma coleção eclética de boutiques, galerias e museus, além de restaurantes.

O Ocean View Terrace, que fica no imponente hotel La Valencia, (o pôr-do-sol vale cada segundo lá), é uma boa opção apesar do frio.

Como parte do cardápio genuinamente californiano, as casas de steak-and-potato (filé com batatas) merecem ser provadas. Os chamados cafés-restaurantes são igualmente apreciados pelos moradores da região. O Hash House a Go Go, na Fifth Avenue, por exemplo, oferece comida de fazenda com um toque indiano.

COMPRAS EM SAN DIEGO

No departamento de compras, a região também é bem servida. Tem pelo menos três grandes centros de “outlets” dentro e fora da cidade. Segundo informações do San Diego Convention and Visitors Bureau, visitantes gastaram US$ 7,9 bilhões na cidade em 2007.

Reserve um espaço na mala, pois San Diego é bem favorável às compras. Em seu roteiro, existem muitos shoppings chiques, outlets com descontos e centros comerciais a céu aberto para consumir de tudo um pouco.

San Diego’s Newest Outlet Mall, é o complemento perfeito para suas  compras. Ele apresenta uma variedade de lojas e restaurantes.

O Hortan Plaza, em downtown. Ocupa seis quarteirões e conta com quase 200 lojas, desde galerias de artes a grandes redes de departamento.

Para quem procura algo mais sofisticado o Fashion Valley in Mission Valley, é uma ótima opção, com várias lojas de renomados nomes, como Tiffany, Louis Vuitton, Gucci, Ted Baker, Jimmy Choo, e muito mais. Há também cinema e restaurantes.

Se a missão for achar coisas mais baratas, o dominical mercado de rua Hillcrest, no cruzamento da Normal Street com a Lincoln Avenue, reúne lojas de segunda mão e butiques estilosas, além de livrarias e casas de disco de vinil. Em Ocean Beach, mais precisamente no calçadão da Newport Avenue, rola às quartas-feiras um mercadão ao ar livre de flores, frutas e entretenimento. Por ali, proliferam antiquários abarrotados até o teto. Quem curte antiguidades vai delirar de prazer.

Na esteira da arte e da moda, as ruas do bairro praiano La Jolla hospedam lojas de marcas internacionais e galerias de estilistas famosos. Muitos artistas também expõem suas obras em praça pública, como na Spanish Village Art Center, no cultural Balboa Park, ou no Old Town San Diego State Historic Park.

NOITE EM SAN DIEGO

A nigth em San Diego promete… muita diversão!!! Bares e danceterias de todos os tipos e estilos musicais agitam o ambiente. A sonzeira varia do funk, hip hop, dance e house, passando pelos ritmos latinos até a western americana.

Se você curte música ao vivo, dirija-se ao Rock Botton, considerada a região mais animada da cidade e bombada de jovens, boates e barzinhos. O Casbah, na Kettner Boulevard, é um clube venerável e tradicional, de onde bandas como Nirvana, Smashing Pumpkins e Lemonheads ganharam projeção mundial.

Como animadas opções de happy hour, com direito a apresentações de jazz, estão os bares-lounge J6, na cobertura do hotel Solamar, e o Onyx Room, situado num porão da Fifth Avenue. Entre as discotecas, destacam-se a Envy, dentro do Ivy Hotel, e a On Broadway, situada em antigo prédio de 1925 e com cinco ambientes musicais, sem contar o sushi bar com música ao vivo.

Cabe lembrar que os estabelecimentos não vendem bebidas alcoólicas para menores de 21 anos e também não as comercializam depois das 2 horas da manhã. Aliás, San Diego tem política bem restritiva para isso. Por força de lei municipal, é proibido fumar e ingerir bebida alcoólica nos parques e praias da cidade. A multa é salgada, e os turistas estão submetidos à regra. A Polícia fica no pé. Portanto.

CULTURA EM SAN DIEGO

A cidade sedia grandes festivais de música, cinema, balé e ópera durante todo o ano. Musicais da Broadway também fazem parte da rica programação cultural. Na Grande San Diego, o circuito das artes contabiliza cerca de 90 museus e alguns grandes anfiteatros.

Na área de exposições, vale visitar o Air & Space Museum. Dedicado à história da aviação americana, apresenta mais de 60 aviões, desde os balões de ar quente às naves espaciais. O público lá se diverte com atracões interativas, como o Módulo de Comando do Apollo 9 e o simulador pela galáxia disponível no planetário.

Da lista de casas de espetáculos, se sobressai o La Jolla Playhouse. Fundado em 1947, o famoso teatro é palco das mais diversas produções hollywoodianas, incluindo peças clássicas e comédias.

Seguindo o embalo das artes, caminhe à noite pelo Gaslamp Quarter, um bairro vitoriano histórico de 16 quarteirões, que foi revitalizado no centro. Antigamente, o lugar abrigava casas de jogos, bordéis e outras coisas do gênero. Atualmente, conta com muitos bares, boates, galerias de arte alternativa e pequenos restaurantes. Eventos e festivais sempre são realizados por ali, tais como Dia de São Patrício e o Mardi Gras no Gaslamp.

Outro lugar pródigo de manifestações artísticas é o Balboa Park. Além da finalidade de centro de lazer e natureza, tornou-se o maior parque urbano cultural do país. Pois abarca 15 grandes museus, como o de História Natural, além de teatros, cinema, galerias, belos jardins e até um big zoológico. A criançada se diverte com os palhaços de rua no local. E a agenda cheia de exposições, peças, musicais, concertos e aulas varia constantemente.

PARQUES E PASSEIOS EM SAN DIEGO

Aos amantes de barco, a dica é passar pelo HMCS Yukon, um navio histórico transformado em museu. Quer coisa mais irada? Quem procura, acha. O Museu do Homem conserva réplicas gigantes de homo sapiens e as lendárias múmias egípcias, enquanto o Birch Aquarium at Scripps funciona como aquário e museu ao mesmo tempo. Possui 60 tanques de animais e mostras com importantes pesquisas sobre a vida marinha da região.

Balboa Park – Parque de arquitetura espanhola, que abriga 15 museus, teatros, lanchonetes, jardins e um Zoológico mundialmente famoso por suas espécies de animais e plantas. A entrada, o estacionamento e os ônibus que trafegam no parque são gratuitos. É um ótimo passeio para a família e tem entretenimento para um dia inteiro. Entre as principais atrações do Balboa Park estão o Museum of Man (artes asteca e maia), a Casa Del Prado (prédio de arquitetura colonial espanhola), o Spanish Village Art Center (complexo com 37 estúdios de artesanato e pintura), o Botanical Building (com 2.100 espécies de plantas) e o zoológico de San Diego. Não se pode fumar dentro do parque. Em algumas áreas, também é proibido usar skates e patins. No zôo de San Diego, é possível ver coalas (marsupial australiano) e pandas (mamífero de pelagem branca e preta nativo da China), além de cerca de 4.000 outros animais e 800 espécies de plantas. O ingresso pode ser comprado no Balboa Park Visitors Center. Na entrada do zoológico sai mais caro. www.balboapark.org

Mission Bay Park – Parque oferece várias opções de esportes aquáticos e espaços para ciclismo, jogos e corridas. Tem banheiros limpos e serviços de aluguel de barcos, de bicicleta e até de mesas para piqueniques. É onde está localizado o Sea World.

Sea World – Parque aquático também encontrado em Orlando (Miami) e San Antonio (Texas). É programa ideal para quem viaja em família. Além de agradável, o passeio por Sea World proporciona entretenimento e informação sobre vida marinha.  Entre as principais atrações do parque estão os golfinhos, a baleia branca, o urso polar, os leões marinhos e os pingüins. Os shows mais concorridos são as das baleias Shamu. Crianças de 3 a 9 anos pagam menos. www.seaworld.com/sandiego.

Legolândia – A 52 km de Downtown San Diego, o Legoland Califórnia é um parque de diversões com atrações para crianças. Além dos brinquedos feitos com Lego, como o dinossauro e a cidade miniatura, o parque tem montanha-russa, elevador, piscinas e brinquedos aquáticos. Crianças de 3 a 12 anos e adultos acima de 60 anos pagam menos. Legolândia também tem unidades na Inglaterra, Alemanha e Dinamarca. www.halftondesign.com/legoland/legolandca


Old Town State Historic Park – Famílias de soldados espanhóis povoaram o local em 1821, depois que o México obteve independência da Espanha. Iniciaram uma comunidade com casas e lojas ao redor de uma praça, numa configuração tipicamente espanhola. A Old San Diego, como é chamada hoje, teve de ser reconstruída após um incêndio em 1872. Seus moradores se transferiram para a parte nova de San Diego. Old Town é atualmente local turístico, com prédios históricos e restaurantes espanhóis. Tem uma atmosfera de cidade do interior, mas é bem freqüentada por residentes e turistas, especialmente aos finais de semana.

Embarcadero – Um passeio por Embarcadero (Harbor Drive) mostra toda a beleza de San Diego. É de lá que partem os ferries para a ilha de Coronado e para os cruzeiros pela baía de San Diego. Próximo aos guichês que vendem tíquetes para os ferries, um restaurante e um museu dividem a atenção dos turistas: o Anthony’s Grill e o Star of Índia Museum. A cerca de cem metros do local, outra atração merece uma visita: o Aircraft Carrier Museum. Batizado de USS Midway, o navio porta-aviões teve por dez anos o título de maior do mundo. Também foi o primeiro navio de grande porte a atravessar o canal do Panamá. Entrou em operação em 1945 e foi desativado em 1992.

PRAIAS DE SAN DIEGO

Em San Diego as pessoas vão a praia pra descansar, pra meditar, pra nadar, pra tomar banho de sol, pra fazer fogueira com cantoria e violão, pra correr, jogar volley, pra passear, pra surfar… sim, os surfistas amam as ondas da Califórnia. Isso sem contar nos passeios de barco e jet-ski, que são sempre muito bons em qualquer época do ano. Enfim, ‘praia’ em San Diego é com certeza um estilo de vida. Mas, esteja preparada água do mar e bem fria. É proibido fumar e ingerir bebidas alcoólicas nas praias de San Diego. A multa pelas infrações pode chegar a US$ 1.000, e há fiscalização constante. A cidade tem belas praias, onde se pode tomar sol e banho de mar.

La Jolla – A mais animada da cidade. É boa para passear de caiaque, surfar, fazer piquenique e badalar. La Jolla Shores Drive

Black’s Beach – Praia para nudismo. Ao norte de San Diego, próxima ao Torrey Pines Golf Course

Dog Beach – Fica aberta durante 24 horas e permite a entrada de cachorros. Entre Mission Beach e Ocean Beach, próxima ao West

Point Loma Bolevard

Mission Beach – É mais frequentada por quem quer tomar sol. Mission Boulevard, perto do Santa Clara Point

Ocean Beach – Tem faixa de areia larga e redes para jogar vôlei. West Point Loma Boulevard

Silver Strend Beach – Ali é possível acampar à noite e fazer piqueniques. Em Coronado

Windansea Beach – Uma das poucas com areia branca, é ideal para surfe. Na Nautilus Street

Encinitas – Na B Street

Imperial Beach – Na Evergreen Avenue

Pacific Beach – No Mission Boulevard

INFORMAÇÕES GERAIS

Idioma – Inglês é o idioma oficial de todo o território norte-americano. Na Califórnia, é comum o turista receber atendimento em espanhol, por causa do grande número de imigrantes e residentes de origem estrangeira. Segundo dados do US Census Bureau, 30,1% dos residentes da Grande San Diego têm origem latina ou hispânica.

Fuso horário – Entre março e outubro, o fuso horário da Califórnia é de quatro horas a menos do que o horário de Brasília. Quando o Brasil está no horário de verão, o fuso sobe para cinco horas. Normalmente entre novembro e fevereiro, os EUA atrasam os ponteiros do relógio em uma hora. Nesse período, o fuso é de seis horas.

DDI – 1
Códigos de acesso da cidade – 619 é o código de área mais abrangente da cidade. Liga para o centro e para cerca de 30 regiões metropolitanas. Dois outros códigos atendem a outras localidades da Grande San Diego (858 e 760). Não há uma divisão de códigos por região.

Moeda – Dólar americano

Telefone – De San Diego para o Brasil, deve-se discar 011 55 antes do DDD da cidade e do número de telefone. Para telefonar para outras cidades dos Estados Unidos, é preciso discar 1 antes do código de área da cidade e do número do local.

EX1: ligando de San Diego, para São Paulo, no Brasil
011 55 11 + número do telefone
EX2: ligando de San Diego para Miami, na Flórida
1 954 + número de telefone

É preciso comprar um cartão telefônico internacional ou ter quarters (moedas de 25 cents) para usar os telefones públicos. Nas zonas turísticas de San Diego, cada moeda de US$ 0,25 dá dois minutos de ligação para os EUA e um minuto para o Brasil. Os cartões são vendidos por US$ 5, US$ 10 e US$ 20 em qualquer supermercado ou loja de conveniência, como as das redes Walgreens e 7-Eleven. Cartões de US$ 20 oferecem, em média, mil minutos de ligação de San Diego para o Brasil.

 Matérias Relacionadas 

Congresso Americano de Urologia em San Diego.

Aua Annual Meeting 2013 .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado