Curaçao

Curaçao ainda é um mistério para muitos brasileiros. O país foi a capital das Antilhas Holandesas e está a apenas 70km da Venezuela. Sua língua oficial é o holandês, mas quem tem vez no país é o papiamento, um dialeto que mistura seis idiomas diferentes – o português, entre eles. Com apenas 150 mil habitantes e uma economia que se baseia na refinaria de petróleo e no turismo, o lugar é destaque entre as ilhas caribenhas por possuir um clima agradável o ano todo e estar fora da rota de furacões. A capital de Curaçao, Willemstad, está dividida em Otrobanda e Punda, e quem faz a ligação entre as duas é uma ponte flutuante capaz de se movimentar quando há necessidade de alguma embarcação passar pelo canal. Andar pela capital, especialmente por Punda, é como conhecer um pedacinho perdido da Holanda no Caribe. A arquitetura, marca do país baixo, é um dos charmes de Curaçao, que não esconde suas origens nas mais diversas paredes coloridas.

Curaçao faz parte das ilhas ABC (Aruba, Bonaire e Curaçao) e se destaca pelas praias cristalinas, de azul profundo e límpido, perfeitas para mergulho. Observar Kenepa, uma praia de azul perfeito, similar a uma piscina, é a certeza de estar no paraíso ou bem próximo dele. Frequentemente, brasileiros dividem a viagem entre Aruba – mais voltada para o gosto norte-americano – e  Curaçao – com um estilo europeu aparente e encantador. Algumas praias no país são pagas, o que não tira o charme e garante a boa estrutura para os visitantes.

Como Chegar

Voos da Avianca (www.avianca.com.br), com conexão em Bogotá, estão entre as opções mais práticas para se chegar à capital Willemstad (duração a partir de 10 horas). Uma outra alternativa é voar via Copa Airlines, com uma parada na Cidade do Panamá, um viagem um pouco mais longa (cerca de 11h45).

Como Circular

Alugar um carro é a melhor maneira para explorar os limites de Curaçao e aproveitar as diversas praias do litoral. Para conhecer o centro, deixe o carro de lado e vá a pé mesmo. Um dia caminhando por Willemstad é suficiente para visitar boa parte dos pontos turísticos da capital e desfrutar de uma das mais originais ilhas caribenhas.

Carro
Alugar um carro é a melhor opção para circular pelo país. As praias ficam em pontos distintos da ilha, onde nem sempre o transporte público tem acesso. Há diferentes valores e empresas de aluguel, que podem ser contratadas ainda no Brasil ou ao desembarcar no aeroporto.

A pé
Na hora de conhecer o centro da cidade, caminhar é a melhor opção. Assim você não precisará se preocupar com lugares para estacionar e poderá ver de pertinho como funciona a Ponte Queen Emma, que se move toda vez que uma embarcação precisa passar. Durante o dia ou à noite, a capital é segura e você não precisa ter medo de caminhar.

Ônibus
Os ônibus em Curaçao são bem escassos; não conte com eles para ter uma viagem sem contratempos. Os ônibus grandes fazem trajetos longos, mas são as vans que mais se utiliza no transporte público. Elas funcionam como os ônibus no Brasil e são tratadas como tal, apesar do limite de passageiros ser muito inferior. O preço das vans varia de acordo com o trajeto que a pessoa percorre – em média, NAFL 2,50. Há pontos pré-definidos para utilizar o transporte público.

Táxi
Em Curaçao as corridas de táxi são caras e os taxistas não gostam muito de negociar valores. Essa é uma opção de transporte para usar poucas vezes, porque o custo não costuma ser interessante.

Onde Ficar

Antes de escolher seu hotel em Curaçao, vamos ao fatos: o país é pequeno, mas nem por isso você deve escolher qualquer lugar para ficar. Willemstad, a capital, é a região mais bem localizada, onde está grande parte do comércio, restaurantes e pontos turísticos; ela está dividida em Punda e Otrobanda, que, respectivamente, significam “ponto” e “outro lado”.

Punda é o lado mais antigo da capital onde, há muitas décadas, viviam as pessoas abastadas, e Otrobanda, o lado onde viviam os mais pobres. Hoje em dia o comércio se divide entre os dois lados, sendo Punda mais comercial, enquanto Otrobanda é mais residencial. Há pontos turísticos em ambos os lados, assim como bons restaurantes, e facilmente se atravessa a ponte flutuante para alcançar o outro lado.

 Marazul Dive Resort 

Localizado à beira-mar, na ponta noroeste de Curaçao, o Marazul Dive Resort dispõe de acomodações completas, piscina comum ao ar livre e jardins. No local você poderá agendar mergulho com cilindro e mergulho com snorkel. O Marazul oferece estúdios, apartamentos e bangalôs com vista para as montanhas ou para o mar. Cada um deles dispõe de ar-condicionado, WiFi gratuito, TV de tela plana e cozinha compacta totalmente equipada. A propriedade também oferece churrasqueira.

O estacionamento gratuito está disponível no Marazul Dive Resort. A propriedade está situada em Sabana Westpunt, a 5 minutos de carro do Parque Nacional Christoffel e a 30 minutos de carro do Aeroporto Internacional de Willemstad e Curaçao.

Coral Estate Studios

Com um restaurante no local e uma área de praia privativa, o Coral Estate Studios está localizado em Willibrordus, a apenas 20 minutos de carro do Aeroporto Internacional de Curaçao. Para sua comodidade, o WiFi é gratuito.Todas as acomodações dispõem de varanda térrea e TV de tela plana. Você também conta com uma cozinha compacta e vista para o mar. O banheiro privativo inclui chuveiro.

Mergulho com ou sem snorkel podem ser praticados no local ou nas imediações do Studios Coral Estate. O terraço e o jardim são bons lugares para relaxar. Você ainda pode utilizar as churrasqueiras no local.O Parque Nacional de Christoffelpark fica a 18,8 km do Coral Estate Studios. O centro da cidade de Willemstad fica a 30 minutos de carro.

Baoase Luxury Resort 

Este resort 5 estrelas possui localização ideal junto ao Mar do Caribe, nas Antilhas Holandesas, e oferece praia privativa, bem como WiFi gratuito. A propriedade dispõe de suítes luxuosas com banheira de hidromassagem privativa e villas com piscina privativa. Você estará a apenas 5 minutos do Aquário Marinho de Curaçao.O Baoase Resort oferece suítes e villas luxuosas com vista panorâmica e jardim privativo. As acomodações apresentam decoração individual em estilo asiático e possuem TV de tela plana. Algumas unidades incluem cozinha totalmente equipada.

O restaurante Culinary Beach, localizado na praia, está aberto diariamente e serve pratos internacionais num ambiente romântico. Os mordomos da propriedade estarão à sua disposição, na praia, durante o dia todo.Você poderá relaxar na piscina ao ar livre ou usufruir de serviços de spa variados. O resort oferece serviços de concierge e babá, para sua comodidade.Este resort luxuoso fica a 10 minutos de carro de Willemstad, que foi declarado Patrimônio Mundial da UNESCO.

O que Fazer 

Curaçao é um país, mas poderia muito bem se passar por cidade, devido ao seu tamanho. Apesar de pequeno, é de surpreender a quantidade de atrativos que tem o lugar. As praias, lindas e quentes, são sempre o alvo principal de quem visita o país. Com tantas praias bonitas fica até difícil decidir qual será a escolhida do dia.

Aprecie as belezas do mar de Curaçao, mas reserve pelo menos um dia para andar pelo centrinho de Willemstad, conhecendo os pontos turísticos de Punda e Otrobanda. A capital é encantadora e merece um tempo reservado apenas para ela.À noite, escolha um restaurante para recarregar as energias e tomar algo refrescante. Não deixe de ir ao Rif Fort ou Waterfort Arches para escolher um lugar legal para jantar curtindo a brisa do mar.

Punda 

Punda é o lado mais antigo da capital de Curaçao, onde viviam as pessoas mais ricas. Hoje em dia o lugar tem muitas lojinhas e restaurantes legais, além de uma área chamada Pitermaai, que é uma graça. Vale a pena rodar a pé pela cidade para conhecer alguns de seus pontos turísticos, como Mercado Flutuante, Waterfort Arches, entre outros.

As ruas de Punda também são ótimas para quem quer fazer compras. A Penha, por exemplo, é uma das lojas preferidas entre as meninas, porque há maquiagem, perfumes e cosméticos. Outras marcas internacionais estão entre as lojinhas do centro, especialmente as marcas de roupas.

Rif Fort

O Forte Rif, em português, foi construído em 1828 para proteger a baía Anna de invasões estrangeiras. Hoje em dia o lugar foi reformulado e é um dos points da cidade, com diversos restaurantes, bares e até algumas lojinhas. Vale a pena visitar o forte não só durante o dia, como a noite. Experimente conhecer um dos restaurantes que ficam em frente ao mar, sentindo o ventinho refrescante.

Kenepa Grandi

Kenepa está dividida em Kenepa Grandi, também chamada de Playa Abao, e pequena Kenepa ou Kenepa Chiki. Apesar de as duas serem lindas, a mais famosa é Kenepa Grandi, que muito se parece com uma enorme piscina natural. A água no lugar é transparente, quente e supercristalina, ótima para um mergulho. Essa é, provavelmente, uma das praias mais bonitas de toda a Curaçao. O mar ali é tranquilo, com diversos pedacinhos de corais na areia. Para chegar até a praia será necessário ir de carro, porque ela fica bem distante da capital.

Ela tem também a vantagem de não ser paga, o que a faz ficar cheia durante o final de semana. Se quiser tranquilidade, aposte num dia de semana e se divirta nesse pequeno pedaço do paraíso. A estrutura da praia não é das melhores e a barraca que está instalada no lugar nem sempre está aberta; leve consigo um kit básico com comes e bebes. Não deixe de tirar muitas fotos no mirante da praia, que oferece uma vista incrível do lugar.

Hato Caves 

As Cavernas Hato são uma grande atração em Curaçao. Elas possuem mais de 250 mil anos e foram descobertas há cerca de 240 anos, por escravos que viviam na região; ficam 60m acima do nível do mar, e há muitos anos estavam tomadas pelo mar.

Durante um passeio guiado, os turistas podem ver estalactites e estalagmites, que formam diferentes desenhos – alguns bastante curiosos. Basta ter um pouquinho de imaginação para enxergar as mais variadas formas. Esse lugar não é indicado para quem tem problema com ambientes escuros ou dificuldade para subir escadas (US$ 8).

Compras

Curaçao não é um destino completamente voltado para compras, mas há ótimas oportunidades para encontrar promoções no país e voltar com várias sacolinhas na mala. Comparando com o Brasil, o preço de grande parte dos produtos vale a pena, mas nem sempre a diferença é exorbitante. A maioria das lojas está em Punda. Nas ruelas da capital você encontrará lojas de algumas das principais marcas do mundo, principalmente de roupas, perfumes e maquiagem. Há também lojas de eletrônicos e alguns produtos saem bem mais barato que em nosso país, basta pesquisar.

Em Otrobanda, o melhor lugar para compras é o Renaissance Mall, com ótimas lojas. As ruas de Otrobanda têm lojas também, mas elas são bem fracas. Opte pelo shopping e você poderá encontrar boas ofertas.

Renaissance Mall

Com ambiente informal e lojas ao ar livre, esse shopping é uma das melhores opções para compras em Curaçao. O lugar tem lojas como Swarovski, Starbucks, Tommy Hilfiger, Mango, Penha, Guess etc. Os preços, salvo pequenas exceções, são melhores do que os do Brasil.

Praias

As praias de águas azuis e o clima quente de Curaçao são alguns dos motivos principais que fazem pessoas de diversas partes do mundo viajarem para conhecer o país. A visibilidade da água é excelente para mergulho com cilindro e snorkel, além da temperatura morna, muito agradável para um banho.

As águas claras das praias em Curaçao são tão incríveis que não raramente dão a impressão de se tratar de uma piscina, quando, na verdade, é mar o que se vê. Os superlativos são insuficientes para descrever Kenepa, por exemplo, capaz de arrancar suspiros dos mais céticos. No Seaquarium, a mais conhecida praia do país, além de o mar ser supertranquilo, a estrutura é de respeito, com várias lojinhas e bares.

Apesar da beleza, nem tudo é tão simples ao falar das praias. Algumas delas têm um dedinho humano, tirando um pouco daquele ar selvagem e intocado pelo turismo. Outra informação importante é saber que nem todas as praias de Curaçao são públicas – para frequentar algumas delas é necessário pagar. Ao contrário do que muitos pensam, essa não precisa ser uma característica ruim, pelo contrário. Pagar para entrar numa praia significa estar num lugar estruturado, limpo, com duchas, banheiros e barracas oferecendo drinks e, algumas vezes, até piscina.

Blue Bay 

Blue Bay ou Blauwbaai é uma praia que hoje em dia está entre um condomínio de casas e hotéis, perto de centrinho de Willemstad.  Será necessário ter carro para chegar até ela, ou ir de táxi. Sua entrada é paga (US$ 8), mas a limpeza e estrutura do lugar são garantidas – duchas, banheiros e até piscina se vê por lá.

A água da praia é muito tranquila, quase sem ondas e perfeita para crianças ou para quem gosta de um mar parecido com uma piscina. Sua areia tem um pouco de detritos, mas isso faz parte do charme. A praia tem muitos coqueiros e é procurada especialmente por famílias que querem relaxar.

Porto Marie 

A estradinha estreita para chegar a Porto Marie não revela, mas a praia, praticamente sem ondas, é perfeita. Ela é pequena e charmosa; talvez por isso seja uma das preferidas entre as pessoas que visitam o país. É quase impossível se cansar de admirar o mar, azul e quente, sempre convidativo a um mergulho.

A entrada é paga (US$ 2.40), mas o pagamento garante não só a limpeza como a presença de uma barraca que vende comes e bebes. Essa praia é muito legal para quem quer se aventurar no mergulho com cilindro, porque há uma pequena empresa que aluga material para o mergulho.

Seaquarium Beach 

Conhecida como Seaquarium ou Mambo Beach, essa é a praia mais famosa de Curaçao, perfeita para famílias com crianças por conta do mar calmo, mas, ao mesmo tempo, um dos points entre os jovens por causa do Mambo Beach, um bar superanimado.

Rochas no mar deixam a praia muito parecida com uma piscina, que tem areia fina e água azul-clarinha. Várias barracas de praia e bares ficam ao redor da água, oferecendo espreguiçadeiras, mas consumindo boa parte da areia. Do lado direito da praia está o Seaquarium, um ambiente com shows e atividades com animais marinhos, bem legal. Essa é uma praia paga e a entrada custa US$ 3.

Gastronomia 

A grande vantagem de conhecer Curaçao é poder desfrutar uma culinária muito diversificada. Alimentar-se fora do país de origem pode ser uma missão difícil para muitas pessoas, mas em Curaçao a variedade de restaurantes é a garantia de encontrar algo que agrade. É claro que quem não é fã de ousadias achará um pouco estranho tomar uma sopa de iguana ou cactus, pratos famosos da ilha, mas sempre há opções mais “normais”.

A verdade é que Curaçao, de certa forma, se parece bastante com o Brasil. Além das similaridades com o português, a cozinha tem alguns ingredientes que também vemos por aqui – não nos referimos a cactus e iguanas, fique tranquilo. Batatas, ensopados de carne com legumes, quiabo, polenta e feijão são alguns dos ingredientes utilizados nos pratos mais típicos do país. Experimente o Karni Stoba, com carne de boi macia, vegetais e diferentes temperos que dão um sabor muito especial à comida.

O melhor lugar em Willemstad para experimentar os pratos típicos do país é o Mercado Velho, por volta do meio-dia. O ambiente não é muito bonito, mas é barato e os moradores regionais garantem que ali impera a tradição. Para comer em lugares mais refinados, não deixe de ir ao Gouverneur de Rouville com pratos típicos e internacionais, além de ótima vista para Punda. Para um jantar romântico, aposte no Wine Cellar.

Chinês, italiano, caribenho, francês, japonês, suíço, indiano, mexicano, local e internacional – há inúmeras opções de restaurantes em Curaçao. Os bons estabelecimentos não têm preços camaradas, mas isso não significa que todos os lugares sejam caros; há restaurantes para todos os bolsos. Quem estiver pensando em economizar pode comer numa rede de fast food, que também marcam presença no país.

Não deixe de beber o Blue Curaçao, um licor produzido no país reconhecido mundialmente. Ele é feito a partir da laranja; apesar de o azul ser sua cor mais característica, há versões em outras cores, todas mantendo o mesmo sabor.

Ginger 

Quando quiser experimentar algo mais exótico, o Ginger é uma boa pedida. O ambiente é muito gostoso e o restaurante serve pratos diversos da cozinha caribenha e da asiática. Quem tiver um pé atrás com novidades não vai gostar muito, porque os pratos são bem diferentes do cardápio brasileiro. Luzes coloridas e almofadas fazem parte do visual do restaurante, que fica a céu aberto e tem boa música. As entradinhas são uma delícia, não deixe de comer.

Perla del Mar 

No Waterfort Arches, um restaurante que se destaca é o Perla del Mar. Os pratos não são baratos, mas o ambiente romântico junto ao mar vale a pena. Além da localização fantástica, o atendimento e a variedade do cardápio, com várias carnes e frutos do mar, são excelentes. Sente-se na parte externa, apreciando o barulho das ondas e a atmosfera agradável que o restaurante reserva para um jantar.

Quando ir

Curaçao é um destino caribenho que pouco se afeta com os os furacões no Caribe. Você poderá ir ao país durante todo o ano sem precisar pensar se a data da viagem cai na temporada de furacões ou não. Com o passar das estações o calor se mantém no país, que tem média de temperatura anual alta, na casa dos 28ºC. Os termômetros passam dos 30ºC com facilidade no verão, garantindo mar quente e agradável. Há um ventinho constante na região, por isso é recomendável levar, além de muitas roupas leves, um agasalho para quem for mais sensível.

De dezembro a fevereiro é alta temporada; por conta da grande procura pelo lugar, os valores sobem um pouco e a oferta de acomodações fica mais escassa. Julho e agosto são meses de alta também, com poucos dias de chuva e muito calor. Se quiser viajar num período de média temporada, aposte em meses como maio, setembro e outubro, que são mais baratos. A Páscoa e o Spring Break (março e abril) são épocas em que a capital tende a ficar cheia.  Entre outubro e janeiro as chuvas são maiores, mas elas ocorrem especialmente na forma de pancadas de chuvas, sem afetar um bom dia de sol na praia. Uma dica legal é visitar o país durante o Carnaval, porque a data é uma das celebrações mais festejadas em Curaçao. Com diversos grupos se apresentando nas ruas ao som de ritmos animados, é difícil não se contagiar com a alegria do momento.

Referências:

http://www.curacao.com/pt/
http://guia.melhoresdestinos.com.br/curacao-82-c.html
http://viajeaqui.abril.com.br/paises/curacao

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado