CIDADE DO MÉXICO

A paixão e história dos mexicanos estão estampadas em cada muro, ruína e rosto da Cidade do México. Difícil ficar impassível às grandiosas Pirâmides de Teotihuacán, ao sítio arqueológico da antiga Tenochtitlan e às belas construções coloniais erguidas após a conquista dos espanhóis. Sem falar na grandiosa produção artística, com nomes como Frida Kahlo e Diego Rivera; na rica gastronomia, que alia tão bem os pratos típicos locais aos sabores mais contemporâneos; e nas tradições mexicanas, que se mostram apaixonantes desde as torcidas enlouquecidas nas lutas livres até os animados mariachis nos barcos de Xochimilco.

Pontos turísticos na Cidade do México

Com turismo bem desenvolvido, a Cidade do México se torna um destino fácil de ser visitado. Claro que você poderá descobrir a sua própria cidade em meio à grandiosa riqueza histórica e cultural do México, mas alguns pontos turísticos são mesmo imperdíveis e fazem parte do pacote básico para quem vai à cidade pela primeira vez. E não há porque fugir deles. Os principais pontos turísticos são realmente imperdíveis e merecem a visita de todos os viajantes!
Saber o que visitar é tarefa fácil. Difícil mesmo é organizar um roteiro eficiente para não perder muito tempo e conseguir visitar o máximo possível enquanto o passeio durar. Definir prioridades não é simples, especialmente para quem nunca esteve na cidade. Saber quais atrações estão próximas umas das outras também não é fácil, e isso será de fundamental importância para evitar desgaste com vários deslocamentos desnecessários.

Plaza de la Constitución – Zócalo

A Plaza de La Constitucíon está localizada no coração do Centro Histórico da Cidade do México. Conhecida popularmente como El Zócalo, essa é a principal praça da cidade e ponto de encontro de grandes eventos e manifestações. A Plaza de La Constitución foi erguida propositalmente pelos conquistadores espanhóis sobre o local onde antes estava o centro político e econômico da antiga cidade de Tenochtitlán, capital do povo mexica (ou astecas) e dominada pelos espanhóis.

Museu do Palácio de Bellas Artes

Um dos ícones da Cidade do México, o Palácio de Bellas Artes está entre os mais exuberantes edifícios locais. Construído em meio às celebrações do centenário da Independência do México, o Palácio é lugar para ser admirado tanto por fora — pela lindíssima fachada e jardins — quanto por dentro, onde escadarias emolduram os painéis que decoram os corredores. O museu — fundado em 1934 e antes chamado de Palácio de Artes Plásticas — foi o primeiro espaço dedicado à arte em todo o México. Hoje o local conta especialmente com mostras temporárias, sem esquecer os grandiosos e originais painéis de Diego Rivera, José Clemente Orozco, David Alfaro Siqueiros, Rufino Tamayo, Jorge González Camarena, Manuel Rodríguez Lozano e Roberto Montenegro que adornam o interior do prédio.

Museu do Templo Mayor

As ruínas em meio às construções no Centro Histórico da Cidade do México parecem cenário de filme. Só mesmo ao vivo para entender que aquelas ruínas fazem parte do centro mais importante da antiga civilização mexica (como os mexicanos se referem aos astecas). O Museu del Templo Mayor foi criado para preservar e apresentar aos mexicanos e ao mundo o sítio arqueológico e as mais de 14 mil relíquias encontradas durante as escavações realizadas entre os anos de 1978 e 1982. É um deleite para os amantes de história, especialmente a pré-colombiana, ou seja, antes da chegada dos europeus na América.

Quando ir à Cidade do México

A Cidade do México é boa opção de destino para todo o ano. A cidade não apresenta temperaturas extremas e é sempre convidativa a uma visita. O clima na região é marcado especialmente pelas estações seca e chuvosa, o que pode influenciar principalmente a qualidade do ar. E este é o maior problema relacionado ao clima enfrentado pelos turistas que vão à Cidade do México.
As estações do ano no México, localizado no hemisfério norte, seguem o calendário oposto ao do Brasil. Quando no Brasil for verão, na Cidade do México será inverno, enquanto que a primavera brasileira marcará o outono mexicano. A Cidade do México não apresenta enormes variações de temperatura ao longo do ano, mas durante um mesmo dia você poderá ir de 0°C a 22°C. As manhãs, mesmo no verão, costumam ser frias. No meio do dia, a temperatura sobe e, ao final da tarde, começa novamente a cair. O fenômeno se repete durante todo o ano, mas o frio é mais sentido entre os meses de novembro e fevereiro, temporada de inverno. Por isso, prepare-se para sair com roupas em camadas. Você sentirá muito frio em algum momento e depois, muito calor.

Como chegar na Cidade do México

A Cidade do México é um dos mais populares destinos do país. Distante 1.600 km da litorânea Cancún, a Cidade do México tem como principal porta de entrada o Aeroporto Internacional da Cidade do México Benito Juárez. A única cidade brasileira que realiza voos diretos para a capital mexicana é São Paulo, com as companhias aéreas LATAM e Aeroméxico. Cada uma delas realiza um voo diário, com duração média de 10h.

Onde ficar na Cidade do México

Apesar de ser considerada uma das maiores cidades do mundo, a Cidade do México tem uma zona turística bem delimitada, o que facilita na hora de definir as melhores opções de hospedagem. As atrações estão localizadas principalmente no corredor do Paseo de La Reforma, entre as áreas do Centro Histórico (Zócalo), Zona Rosa, Condesa, Chapultepec e Polanco. E esses bairros são também as melhores opções para hospedagem na Cidade do México. Outros bairros, apesar de terem boas atrações, ficam distantes e dificultam o dia a dia. É o caso de Coyocán — onde está o Museu Frida Kahlo e uma elegante zona residencial — e San Angel, um dos bairros mais chiques da cidade, com bons mercados e restaurantes. Ou de Santa Fé, uma região muito moderna e grande polo financeiro e de negócios. Todos são ótimos para visitar, mas não necessariamente para hospedagem.

Transportes na Cidade do México

Conhecida por ter um dos piores trânsitos do mundo, a Cidade do México pode ser um pouco assustadora à primeira vista. Não se deixe levar pela má fama. Com um pouco de organização no itinerário e conhecimento sobre os melhores meios de locomoção, você certamente não passará aperto na cidade. O metrô e o metrobús são as melhores alternativas para fugir dos engarrafamentos. Automóveis devem ser utilizados apenas em trajetos curtos e mais afastados do Centro, onde o trânsito costuma ser mais ameno. Táxi e Uber são facilmente encontrados. Alugar carro na Cidade do México não é nada recomendado. Evite os ônibus comuns, um pouco decadentes e perigosos. Caso deseje uma voltinha completa pela cidade, não deixe de experimentar os ônibus panorâmicos e para trajetos curtos, os pés serão a melhor solução! Veja, abaixo, mais detalhes sobre os principais tipos de transporte.

Dicas da Cidade do México

Geral

A língua oficial do México é o espanhol. Estabelecimentos voltados para o turismo, como hotéis, costumam ter atendentes que falam também inglês. Folhetos informativos estão disponíveis nas duas línguas. Português não é comumente falado e pessoas que falam espanhol não necessariamente compreendem o português, mas você terá certa facilidade em entender o espanhol do México.
O padrão de voltagem no México é 127 V. A tomada é de dois pinos chatos paralelos com um pino extra redondo. Lembre-se sempre de levar um adaptador de tomada para não passar aperto na viagem.
O fuso horário na Cidade do México é GMT -5, ou seja, duas horas a menos que Brasília.

Dinheiro

A moeda oficial do México é o Peso Mexicano — MXN. Dólar não circula comumente na Cidade do México, mas pode ser trocado em qualquer casa de câmbio e até mesmo em hotéis e restaurantes. Evite levar real para o México, você conseguirá trocar apenas nas casas de câmbio do aeroporto. Veja mais sobre dinheiro no México.
Caixas eletrônicos e bancos são encontrados por toda a cidade. Estabelecimentos comerciais grandes aceitam cartões de crédito, porém nos mercados de artesanato não é comum, assim como em muitos museus. Tenha sempre dinheiro em espécie.
Oficialmente, as gorjetas são de 10%, mas o valor é considerado baixo. Caso goste do atendimento, avalie a possibilidade de dar 15%.

Documentação

Brasileiros que desejam permanecer no México pelo período de até seis meses não precisam de visto. Para entrar, basta um passaporte com validade final até o retorno da viagem.
Ao passar pela imigração no aeroporto, tenha em mãos todos os documentos de viagem, como reservas nos hotéis e passagem aérea de retorno ao Brasil. Tenha também meios de comprovar que pode pagar pela viagem, como dinheiro em espécie ou cartão de crédito internacional.
A Carteira Nacional de Habilitação – CNH tem validade no México. Caso deseje alugar um carro, não se esqueça de levá-la.
A segurança mexicana em aeroportos é muito rígida em relação a entorpecentes. Tenha muito cuidado com o que leva na mala.
Evite brincadeiras ao passar pela imigração e responda apenas o necessário para não passar aperto.
Caso faça conexão nos EUA, lembre-se de que o visto americano é obrigatório, mesmo que seja apenas para conexão.

Segurança

Apesar de não parecer, a Cidade do México é bastante segura para o turismo. As principais áreas turísticas são altamente vigiadas, com uma quantidade absurda de policiais e câmeras de segurança. Fique atento apenas a pequenos furtos, especialmente em locais de grande movimento, como estações de metrô. Os cuidados devem ser os mesmos como em qualquer grande cidade turística do mundo.
Evite pegar táxis que estejam em más condições de conservação. Na dúvida, prefira utilizar o Uber.

Telefonia e internet

O número de atendimento ao turista na Cidade do México é o 078. Você também poderá solicitar informações pelo emailcorrespondencia@sectur.gob.mx.
O número de emergência da Cidade do México é 911 e ele vale tanto para o serviço médico quanto ao serviço policial.
Em toda a Cidade do México, é possível adquirir facilmente chip de celular. Eles estão a venda em várias lojas no aeroporto, em pequenos mercados, lojas de conveniência e lojas de celular. Os preços são muito baixos se comparados ao Brasil.
Wi-Fi está disponível gratuitamente em vários pontos públicos da cidade, mas funciona muito mal. Caso dependa de internet, compre um chip local.
Os dados de contato da Embaixada do Brasil na Cidade do México são: Endereço – Lope de Armendáriz, 130 – Colonia Lomas de Virreyes – Delegación Miguel Hidalgo. Cep: 11000 – México, DF. Telefone: +52 55 5201-4531. Telefone de Emergência para brasileiros: 044 55 3455-3991. Email: brasemb.mexico@itamaraty.gov.br

Saúde

Nunca viaje para o exterior sem um plano de saúde internacional. Infelizmente, nem tudo em uma viagem é possível de ser previsto.
Nenhuma vacina é obrigatória para quem pretende visitar o México.
A Cidade do México sofre muito com a poluição do ar e o clima extremamente seco. Leve protetor solar, hidratante para o corpo e lábios e beba muita água. Se estiver sofrendo muito com a poluição, compre produtos para limpeza das vias áreas. Eles ajuda muito a diminuir a sensação de secura e fechamento da garganta.

Para saber mais antes de ir

Assista ao filme Frida, no qual é contada a história de Frida Kahlo e Diego Rivero. Além de mostrar a vida dos dois grandes artistas mexicanos, ele oferece um belo panorama da cidade. Com certeza sua visita será bem mais interessante depois de ver o filme!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado