Atenas

Atenas pode ser considerada um verdadeiro museu a céu aberto. Lá encontra-se a Acrópole mais famosa do mundo, local onde o visitante poderá ver de perto a estrutura de vários templos famosos, a exemplo do Partenon (século 5 a.C.), dedicado à deusa Atena. E, por falar em deuses e mitologia, Atena, a deusa da sabedoria, e Poseidon, o deus dos mares, são os personagens principais de uma das narrativas mais famosas sobre a dominação da capital grega.

A cidade é um espetáculo ao ar livre, estrelado principalmente pela Acrópole, o Parthenon e outros registros palpáveis do chamado berço da civilização Ocidental e da democracia. A riqueza do passado se encaixa em uma metrópole europeia moderna que, se observada na sua aparente confusão de carros e poluição, é prontamente radiografada como boêmia, cosmopolita e eclética. Quem caminha por suas ruas sente de primeira os aromas de cordeiro, iogurte, alho, limão e outros itens da deliciosa culinária grega. Andar em Atenas é também viajar no tempo, flagrando sacerdotes ortodoxos a se misturar com a multidão na Praça de Syntagma, ou vendo automóveis passar em frente ao Arco de Adriano.

A capital e maior cidade da Grécia – berço do pensamento político, filosófico e inspiração artística e literária para a civilização ocidental – é, sem dúvida, um dos destinos turísticos mais cobiçados do mundo. E não apenas por conta de toda a sua bagagem histórica e indiscutível contribuição, mas também devido a grande quantidade de belezas naturais, arquitetura impressionante, cultura popular, culinária excepcional e excelente clima (o verão grego é considerado um dos melhores da Europa).

Como Chegar 

Avião

Voos com conexão partem diariamente dos principais aeroportos brasileiros com destino ao aeroporto internacional Eleftherios Venizelos, em Atenas. A companhia Alitalia, por exemplo, sai de São Paulo e do Rio de Janeiro com conexão no aeroporto Internacional de Roma, na Itália; já a holandesa KLM faz conexão no aeroporto de Schiphol, próximo a Amsterdã. Aqueles que já estiverem no continente europeu também podem aproveitar os excelentes preços praticados por companhias low cost, como a Transavia.

Balsa/ferry boat

É uma das poucas opções disponíveis para quem já está no continente europeu e deseja chegar à Grécia. Embarcações partem de cidades italianas como Veneza, Bari, Ancona e Brindisi com destino a Igoumenitsa, Corfu, Patras (ônibus e trens o levam de Patras a Atenas em poucas horas de viagem), entre outras cidades gregas. Horários de partida e preços de passagem podem variar conforme a estação; por esse motivo, o ideal é consultar o website de empresas como a Greek ferries e a Ferries in Greece (em inglês). Lembrando que a mesma dica vale para os que pretendem viajar para as ilhas gregas, como Santorini, Mykonos, Paros, entre outras.

Como Circular

Carro

A capital da Grécia oferece um bom sistema de transportes local; além disso, boa parte das atrações turísticas fica concentrada em áreas bem próximas, o que torna o uso de carro quase desnecessário. No entanto, o visitante tem à disposição cinco operadoras de aluguel de carros no aeroporto internacional de Atenas.

Táxis

Podem ser encontrados na saída 3 do terminal de chegadas. Segundo o website do aeroporto, a  viagem até o centro de Atenas tem os preços fixos de €35 durante o dia e de €50 no período da noite. Já a viagem até Piraeus, o principal porto de Atenas, não possui uma taxa fixa, mas custa por volta de €45 (dia) e €60 (noite).

Ônibus

O ônibus expresso X95 faz o trajeto do aeroporto internacional de Atenas até a praça Syntagma, no centro da capital grega, em aproximadamente uma hora de viagem. Já a linha X96 vai do aeroporto até o porto Piraeus. Cada trecho da viagem custa €5 e a parada de ônibus fica logo em frente ao terminal de chegadas.

Metrô

Provavelmente uma das formas mais baratas e fáceis de acessar o centro de Atenas (praça Syntagma). Os tíquetes podem ser adquiridos na própria estação, que fica a poucos passos do aeroporto, por cerca de €8 por pessoa. A vantagem, entretanto, é que há desconto para cada pessoa adicional (duas pessoas pagam €14, enquanto três pagam €20). O metrô parte a cada 30 minutos, das 5h30 à 0h15, e a viagem até a praça Syntagma dura, em média, 40 minutos.

Onde Ficar

Por décadas Atenas se estabeleceu com um dos destinos de férias obrigatórios dos jovens europeus. Albergues e pousadas B&B é que não faltam para receber hordas de estudantes e mochileiros de todo o mundo, alguns com infraestrutura boa o suficiente para receber grupos até com idade mais avançada. Hotéis mais confortáveis e com melhor decoração são encontrados em regiões próximas à Acrópole e também em Plaka e nas imediações de Thissio e Monastiraki. Em Nea Smyrni, parte mais moderna de Atenas, não há tantas atrações, mas alguns bons hotéis.

Scale Suites

A aproximadamente 1,5 km da Marina de Alimos, o Scale Suites oferece acomodações com decoração moderna. Possui WiFi gratuito por toda parte e estacionamento gratuito privativo e coberto. O Aeroporto Eleftherios Venizelos fica a 15 km de distância. O café da manhã continental é servido na parte da manhã. Todas as unidades completas incluem lareira e ar-condicionado. Há também uma cozinha com fogão e geladeira e banheiro com secador de cabelo. Algumas suítes oferecem vistas do Golfo Termaico.

No Scale Suites você pode usufruir da churrasqueira, terraço e lanchonete. Outras facilidades, como entregas de supermercado, sala comum e parquinho infantil também são oferecidos.Uma variedade de restaurantes, cafés e supermercados podem ser encontrados a 1 km de distância. Os proprietários podem auxiliar com o aluguel de carros.Alimos é uma ótima escolha para viajantes interessados em praia, vida noturna elocais de interesse antigos.

Hotel Brasil Suites 

Este hotel luxuoso está situado a poucos passos da área comercial exclusiva de Glyfada, apresentando um design contemporâneo e minimalista. A propriedade inclui um terraço com piscina na cobertura e um restaurante-café. As suítes modernas foram cuidadosamente projetadas em estilo minimalista para proporcionar um espaço relaxante durante a sua estadia. A área de estar oferece diversas opções de entretenimento caseiro e o banheiro revestido em mármore está equipado com amenidades de banho de luxo e produtos naturais.

No Hotel Brasil Suites, você poderá desfrutar de um serviço personalizado exclusivo, e a propriedade pode ajudar você a agendar o acesso às quadras de tênis e a um campo de golfe profissional nas proximidades. A equipe também garantirá que suas excursões e atividades sejam feitos sob medida para atender às suas necessidades.

Glyfada é um dos bairros mais exclusivos de Atenas, e o campo de golfe e belas praias estão a poucos passos do Hotel Brasil Suites. O centro de Atenas está a apenas 25 minutos de carro do local, e o aeroporto internacional fica a apenas 30 minutos de distância. Glyfáda é uma ótima escolha para viajantes interessados em praia, vida noturna e compras.

 The Y Hotel

O The Y Hotel oferece quartos contemporâneos com banheiro luxuoso e varanda privativa. O The Y está situado no bairro de Kifisia, famoso pelas lojas de marcas e restaurantes requintados. Os quartos do The Y são modernos e apresentam acesso WiFi gratuito de alta velocidade, TV de tela plana via satélite e banheiro elegante com amenidades de banho luxuosas. Durante sua estadia no The Y Hotel, você pode se exercitar na academia completa e relaxar em uma bela varanda ao ar livre.

Você pode também saborear um café da manhã grego servido diariamente na área para refeições. Além disso, você pode desfrutar de refeições gourmet no restaurante e bar do Y ou no conforto do quarto. Um serviço de concierge está disponível 24 horas por dia. O The Y Hotel fica a poucos passos do Museu de História Natural Goulandris. As principais atrações históricas de Atenas ficam a uma curta distância do local.

Gastronomia

Comer bem é algo que faz parte do dia a dia do povo grego e por esse motivo é impossível não se render aos encantos da culinária local, repleta de tradição e ingredientes frescos que conferem um toque especial ao sabor dos pratos. É comum, em Atenas, encontrar restaurantes pertencentes a grandes famílias e cujas cozinhas são chefiadas pela matriarca, que faz questão de supervisionar de perto o preparo de receitas que passam de geração em geração.

Tortas salgadas como a Spanakopita, massa recheada com espinafre e queijo feta, e a Tiropita, massa folheada recheada com queijo, são imperdíveis e podem ser encontradas em vários pontos da cidade. Além disso, é impossível deixar de mencionar o famoso e geralmente bem-servido Souvlaki grego, prato composto por suculentos pedaços de carne (frango, carneiro ou carne de vaca) acompanhados por pão pita, cebola, tomates assados e batatas fritas. O Moussaka, uma espécie de lasanha de berinjela com carne e molho, é outra receita grega famosa e que nunca decepciona em termos de sabor.

Os gregos são famosos por produzirem excelentes vinhos, mas, no calor intenso, principalmente durante os meses de julho e agosto, as cervejas locais (servidas ultrageladas) não decepcionam. Aperitivos como o Ouzo (feito à base de anis) e o Metaxa (uma espécie de conhaque) são muito tradicionais no país (e com teor alcoólico altíssimo), sendo o primeiro consumido com bastante gelo, em geral acompanhado de alguns petiscos, e o segundo, ideal para ser saboreado após a refeição.

O que Fazer

Cerca de 100 metros de altura separam a Acrópole (cidade alta, na tradução literal) do restante de Atenas. A colina rochosa mundialmente famosa, santuário para o culto de vários deuses, principalmente aquela que dá nome à cidade, Atena, também abriga construções da Grécia antiga que são importantes para a humanidade até os dias de hoje. A visita à Acrópole é uma verdadeira peregrinação ao antigo e, pela quantidade de atrações no local e arredores, é provável que o visitante dedique boa parte do seu tempo apenas na região.

A dica, principalmente para os que pretendem ir no verão, é tomar bastante cuidado com as altas temperaturas. Subir a colina rochosa sob calor de quase 40ºC não é lá muito indicado; portanto, o ideal é evitar os horários mais quentes do dia. Aqueles que não estão com tempo de sobra, no entanto, devem se preparar bem para enfrentar o forte calor. Vestir roupas e calçados apropriados (tênis, de preferência, pois alguns locais podem ser um pouco escorregadios), usar boné ou chapéu para proteger-se do sol e, é claro, caprichar no uso de filtro solar e tomar bastante água são medidas importantes a serem tomadas.

 Estádio Panatenaico 

Saindo um pouco da região da Acrópole, partindo a pé do templo de Zeus Olímpico (margem esquerda do rio Ilissos) ou pegando a linha 3 do metrô (descendo na estação Evangelismos), você estará bem próximo do estádio de atletismo Panatenáico, sede dos primeiros jogos olímpicos da era moderna, em 1896.

A visita ao estádio não costuma ser demorada; os ingressos custam 3€ (adultos) e 1.50€ (estudantes), e as crianças até 6 anos de idade não pagam. Tours em áudio também estão disponíveis em vários idiomas, inclusive em português. O estádio abre das 8h às 19h, de março a outubro, e das 8h às 17h, de novembro a fevereiro. Mais informações no website do local.

Ágora Romana 

Conhecida também como a Ágora de Cesar e Augustus, a Ágora Romana consistia em um prédio com propósito comercial composto por um grande pátio aberto, onde havia passarelas cobertas, lojas, entre outros espaços. No local existiam dois propileus (suntuosos portões de entrada) – um deles, o belíssimo portão de Atena, se encontra preservado até os dias atuais.

Compras

A praça foi assim batizada devido à existência de um mosteiro no local, no século XVII. Hoje, entretanto, Monastiraki é um ponto de encontro no centro de Atenas que está sempre cheio de pedestres, tanto durante o dia quanto à noite.

Nas ruas que dão acesso ao local é possível encontrar vários restaurantes que servem comida de qualidade a excelentes preços; além disso, pela praça também é acessível um mercado de pulgas bem interessante, que vende de tudo um pouco: roupas e calçados, acessórios, suvenires, entre outros objetos.

Plaka 

O bairro mais antigo de Atenas, situado ao norte e a nordeste da Acrópole, é também um local repleto de pontos importantes para a história da cidade. Nas charmosas e estreitas ruas, o visitante vai encontrar, por exemplo, algumas belíssimas igrejas bizantinas que valem a pena ser visitadas.

Além disso, Plaka é um dos locais mais movimentados e perfeito para quem gosta de programas noturnos, pois há uma variedade grande de bares e restaurantes, alguns deles, inclusive, com shows de música grega ao vivo. Já durante o dia, o famoso bairro atrai muita gente devido à grande quantidade de lojas – um verdadeiro paraíso para os apaixonados por compras.  Para chegar a Plaka é só pegar a linha 1 do metrô e descer na estação Monastiraki. Uma boa dica é fazer o trajeto da famosa praça até o bairro a pé. A caminhada é curta e muito agradável.

Dicas

Visto

Cidadãos brasileiros não precisam de visto de permanência (até 90 dias) na Grécia e em outros países-membros do Acordo Schengen (Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça). No entanto, no momento do desembarque serão exigidos passaporte válido e outros comprovantes, como passagem de ida e volta, comprovante de recursos financeiros, seguro-saúde válido em todos os países-membros do acordo, entre outros.

Clima 

O verão grego é realmente quente e as temperaturas, especialmente em julho, podem ultrapassar os 38°C. Durante a estação, recomenda-se o uso de roupas leves, chapéu/boné e filtro solar, além, é claro, da importância de manter uma alimentação saudável e ingerir bastante líquido.

Quando Ir 

Com o charme das ilhas esperando, duas épocas são ideais para estar na Grécia: o verão é alta temporada, com muita badalação; a primavera, de março a junho, tem temperaturas mais amenas e ainda dá para aproveitar bem as praias. Atenas é uma cidade muito quente durante o verão e com temperaturas mais amenas no restante do ano.

Aqueles que buscam o meio-termo, no entanto, podem gostar do período que antecede o verão, ou seja, de abril a meados de junho, e pós-alta temporada, entre os meses de setembro e outubro. Isso porque as chances de encontrar preços mais em conta, além da probabilidade de ter uma estadia mais tranquila, são bem maiores.

Fontes:

http://viajeaqui.abril.com.br/cidades/grecia-atenas

http://guia.melhoresdestinos.com.br/quando-ir-atenas-84-756-p.html

 

 


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado