Conheça as regras para viajar com seu pet

Cada vez está mais fácil viajar com seu animal de estimação. O número de meios de hospedagem, estabelecimentos comerciais e passeios turísticos que incluem o seu melhor amigo não para de crescer. E não é para menos. O Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial em número de animais domésticos, o que representa 132 milhões. Os brasileiros, juntos, têm mais bichinhos do que crianças dentro de casa, segundo o IBGE. Por isso, as empresas estão se planejando e tomando os devidos cuidados para receber esse novo tipo de hóspede. Conheça as regras para viajar de ônibus e de avião e não passe as férias sem o seu companheiro.

Ônibus

As regras variam em cada companhia. Algumas não cobram taxa extra e liberam animais domésticos e silvestres, enquanto outras só aceitam os de estimação com até oito quilos, desde que o tempo de viagem não exceda 24 horas e que os demais passageiros permitam o embarque. Essa autorização é dada pela Agência Reguladora do Transporte Terrestre (ANTT).

Avião 
Dentro da cabine, algumas aéreas permitem o transporte de animais de até cinco quilos, e outras estendem o limite até dez. Os bichos devem ficar entre os pés do dono e precisam ter mais de quatro meses, acomodados dentro de um container de fibra ou plástico com tapetes higiênicos e circulação de ar. Além de pagar uma taxa, é preciso levar os comprovantes da vacina contra a raiva e o atestado de saúde do animal feito por um veterinário, com validade de até dez dias a partir da data de emissão.

Inclusão dos Pets
Redes de hotéis também estão entrando na onda e passaram a receber animais de pequeno porte (até 15 quilos), cobrando taxas que variam (geralmente entre R$30 a R$50 por dia). Também é preciso apresentar a carteira de vacinação e assinar um formulário de responsabilidade. Os animais só podem circular com guia ou em caixas apropriadas e bolsas e são proibidos de entrar nas áreas sociais (bares e restaurantes) e de ficarem sozinhos nos quartos.

Alguns lugares foram além. É o caso de Brotas, que inclui o seu animal de estimação nas atividades de ecoturismo. É possível levá-los para praticar rafting, trilha e até escalada.

Referências:

http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/destinos/2015/10/conheca-as-regras-para-viajar-com-seu-pet_119556.html?superdestaque

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado